Sem acordo !

Terminou sem acordo mais uma rodada de negociação entre o Sindicato dos Comerciários de Criciúma e o Sindilojas. O encontro aconteceu nesta segunda-feira, dia 9, na sede do sindicato patronal. O sindicato que representa os trabalhadores pleiteia reajuste salarial de 4,5%, fixação do piso da categoria em R$ 1270, quebra de caixa de R$110 e ainda que todos os trabalhadores continuem recebendo pagamento e tendo direito a um dia de folga pelo trabalho em feriados.

“Queremos resolver logo esse impasse. Mas precisamos garantir os direitos já obtidos em nossa convenção. As principais divergências têm sido o pagamento do feriado para os trabalhadores dos supermercados e a continuidade das homologações das rescisões na sede da nossa entidade”, explica o presidente do Sindicato dos Comerciários Gelson Gonçalves.

A data-base da categoria é o dia 1º de maio. Criciúma tem cerca de 8 mil trabalhadores no comércio. “Já que ainda não firmamos um acordo, assinamos hoje a prorrogação das cláusulas sociais da convenção até o próximo dia 31. Ou seja, nenhum trabalhador ficará desamparado. Quando o acordo for firmado, o reajuste deve ser aplicado de forma retroativa”, explica o presidente.

Içara terá assembleia nesta terça-feira

Já em Içara, a negociação está mais avançada. O sindicato dos trabalhadores, que abrange comerciários de Içara, Balneário Rincão e Morro da Fumaça, realiza nesta terça-feira, dia 10, uma assembleia com a categoria para votar a proposta mais recente do Sindicato Patronal. O encontro acontece às 18h30min na sede da Cooperaliança.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.