Notícias de Criciúma e Região

PSD corre para negar o apoio a Gean

Será no dia 9 de maio a reunião do PSD que definirá o futuro do partido nas eleições ao governo do Estado, palavra do presidente da sigla, o deputado Milton Hobus, que, em vídeo, tenta dissipar a onda de rumores e especulações que já descartavam a pré-candidatura de Raimundo Colombo antes da hora.

📲Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

A conversa envolverá os pré-candidatos a deputado estadual e federal, em Florianópolis, mas também os prefeitos e vices, estes últimos uma resistência que congrega muitos dissidentes, simpatizantes de um apoio ao governador Carlos Moisés (Republicanos), posicionamento que incomoda a cúpula pessedista.

Hobus não esconde que há conversas adiantadas com o ex-prefeito Gean Loureiro, pré-candidato do União Brasil, que representaria, para muitos no PSD, o caminho de uma aliança mais viável, ao lado de PSDB e PP.

O próprio Colombo usou as redes sociais para manter sua posição de pré-candidato, com divulgação do material produzido por Hobus e não deixa dúvidas da contrariedade dos movimentos de alguns segmentos do partido que o querem longe da disputa, notoriamente os que circundam o prefeito de Chapecó, João Rodrigues, hoje entusiasta de Gean e força contrária à pretensão do ex-governador.

Assista ao vídeo:

Lá e cá

O empenho de Hobus e Colombo é válido, o porém é que, historicamente, a força com que se defende uma posição eleitoral é proporcional ao desarranjo interno em partidos e coligações.

Tal e qual o emedebista Antídio Lunelli, que a cada dia que passa é forçado a repetir o discurso da manutenção do projeto ao governo, a maior artilharia dos adversários de Colombo reside nas entranhas do próprio partido, situação adequada para usar a expressão inimigos na trincheira.

Você também pode gostar