Revisão salarial de assessores não entra em pauta

A reposição salarial dos assessores da Câmara Municipal de Içara não entrou em votação como era esperada, na sessão da Câmara de Vereadores de Içara, de ontem, segunda-feira, 5. O aumento de R$ 1,7 mil precisaria de pelo menos dez votos. O projeto não foi protocolado até às 16 horas, sendo que a sessão aconteceu normalmente.

Mas o impacto superior a R$ 300 mil ao ano não obteve o número suficiente. “Vivemos em uma democracia. Como a maioria não quer o projeto não será protocolado”, disse um dos vereadores propositores, Antônio de Mello (PMDB).

O presidente da Casa, Alex Michels, acredita que este assunto não deverá voltar à tona este ano, na Câmara de Vereadores.

Os votos contrários foram anunciados por Alex Ferreira Michels (PSD), Silvia Mendes (PP), Edna Benedet da Silva (PCdoB), Geraldo Baldissera (PMDB), Lauro Nogueira (PT), Rodrigues Mendes (PMDB) e Laudelino Calegari (PMDB).

Fonte: Lucas Lemos – [email protected]

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.