Representantes do Plant-for-the-Planet Brasil realizam palestra em Criciúma

Na próxima sexta-feira, 31, das 10h30min às 11h30min, no Teatro do Bairro da Juventude, será realizada a palestra: “Pare de falar e comece a plantar”, com a participação da Dª Katia Cilene Madruga, coordenadora do projeto de extensão “Plant-for-the-Planet na UFSC campus Araranguá e Lutz Michaelis, coordenador do Plant-for-the-Planet Brasil. A entrada será gratuita.

A iniciativa faz parte do projeto Educação para a Sustentabilidade, uma realização do Bairro da Juventude em parceria com o Movimento ODS Santa Catarina, com o apoio do CMDCA Criciúma e patrocínio da ENGIE Brasil Energia. Além das crianças e adolescentes do Bairro da Juventude, toda a comunidade, professores e familiares estão convidados para o evento.

O movimento Plant-for-the-Planet é uma iniciativa de crianças e jovens, fundado em 2007, na Alemanha, pelo estudante Felix Finkbeiner. Tem como propósito capacitar crianças, conscientizando-as sobre o aquecimento global e justiça climática bem como motivá-las a plantar árvores. Ao redor do mundo já são mais de 75.000 crianças capacitadas como Embaixadoras de Justiça Climática, que já plantaram mais de 13,6 bilhões de árvores com parceiros ao redor do mundo. A meta do Plant dor the Planet é plantar um trilhão de árvores e formar um milhão de Embaixadores da Justiça Climática.

Em 2017, a Plant-for-the-Planet chegou ao Brasil com a missão de ampliar a sua atuação pelo mundo e atingir sua ousada meta global. Atualmente, atua em São Paulo, Paraná, Minas Gerais Bahia e Santa Catarina. Aqui no Estado já realizou cinco capacitações e demais projetos liderados pelos Embaixadores como mutirões de plantio, palestras e entrevistas. Além disso, conta com 180 catarinenses Embaixadores de Justiça Climática, mais de 300 mudas nativas plantadas em cooperação com o poder público, iniciativas privadas e organizações setor.

Sobre o Projeto Educação para a sustentabilidade

Com a duração de seis meses, a iniciativa busca apresentar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) para os alunos do Bairro da Juventude, promovendo a educação para a sustentabilidade econômica, social, ambiental e institucional. Serão realizadas oficinas com crianças e adolescentes entre 10 e 16 anos, visando apresentar os ODS de forma que eles consigam identificar um problema em suas comunidades relacionados a um dos 17 Objetivos globais.

Os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável são: erradicação da pobreza, fome zero e agricultura sustentável, saúde e bem-estar, educação de qualidade, igualdade de gênero, água potável e saneamento, energia acessível e limpa, trabalho decente e crescimento econômico, indústria, inovação e infraestrutura, redução das desigualdades, cidades e comunidades sustentáveis, consumo e produção responsáveis, ação contra a mudança global do clima, vida na água, vida terrestre, paz, justiça e instituições eficazes, parcerias e meios de implementação.

Para conhecer mais sobre o projeto, acesse: https://bairrodajuventudeods.com.br

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.