Anúncio

Reajuste da Casan não é autorizado pela Agência Reguladora de Criciúma

O Consórcio Intermunicipal de Saneamento Ambiental (Cisam-Sul), agência reguladora de Criciúma, não autorizou o reajuste inflacionário solicitado pela Casan, de R$ 2,55, para a tarifa já a partir de dezembro deste ano.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Anúncio

Segundo a agência, o motivo da negativa, se dá pela necessidade do intervalo de 12 meses entre reajustes, o que está previsto no contrato de programa com o Município. Pelo prazo, o reajuste inflacionário deve ocorrer em março de 2021, mas, segundo o superintendente da Agência Reguladora, Antônio Willemann, durante as negociações do ano que vem serão confrontados os investimentos feitos pela Casan e os custos para gerir o sistema, para depois definir a nova tarifa.

“ A população, no total, vai deixar de pagar cerca de R$ 1 milhão neste período”, informa, o presidente da Câmara de Regulação e Fiscalização do Saneamento Básico – Crefisba – Cisam- Sul, Felipe Souza Fagundes.

O pleito da Casan foi feito a todas as agências reguladoras do Estado.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.