Rat’s Garage by Ricardo Choma – Acumuladores

E aí galera que gosta de coisa velha! Estamos de volta. Não nos perdemos, ou às vezes nos perdemos mesmo (risos). Você conhece algum acumulador? Então, neste mundo de colecionadores é muito fácil achar alguém que não se desapega dos carros que vai comprando durante a vida. E alguns chegam a ter problemas com isso. Já virou até programa de TV.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Isto é até uma doença chamada disposofobia compulsiva , também conhecida por acumulação de objetos, mesmo que os itens não tenha utilidade, sejam insalubres ou perigosos.

No caso da nossa doença de acumular carros antigos (ou pedaços deles), a gente tenta explicar assim: muitas vezes você demora anos e mais anos para conseguir adquirir aquele veículo especial, único, exclusivo e aí não tem jeito. Quanto mais energia dedicada à aquisição daquele item, mais difícil se desfazer dele. Mas claro, isso não é doença. O problema acontece quanto você vai entulhando esse carro no seu espaço e esse espaço vai ficando pequeno e você continua comprando, acumulando, e os veículos vão se estragando e acumulando sujeira e tornando o ambiente insalubre.

Com certeza, isso acontece com a minoria das pessoas, aquelas que sofrem de um distúrbio psicológico obsessivo compulsivo. A grande maioria das pessoas quer mesmo é ter um monte de lembranças e boas recordações, e aí vale tudo: carros, placas, bugigangas, LPs, toca discos, lampião e por aí vai…

Foto: Antiguidades de galpão

O colecionismo é um hábito saudável e graças a ele, preservamos muito da história para o futuro. Mas cuidado, dá uma olhada se você ainda consegue entrar em seu quarto de coisas colecionáveis. Do contrário, procure seu psiquiatra.

Resgatando peças acumuladores -Eu e Fábio

See you me friends! Siga a gente @ratsgaragebrazil 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.