Rapper Rafael NZ de Criciúma lança novo hit nesta sexta-feira

Ele diz que busca, com a música, inspirar as próximas gerações

Aos 19 anos, o rapper criciumense Rafael NZ já coleciona grandes conquistas no meio da música e usa sua voz com um objetivo definido: inspirar e incentivar as próximas gerações, de jovens e crianças, para que elas possam nutrir grandes planos para o futuro. Neste caminho, o músico – que já soma mais de 150 mil streamings no Youtube e Spotify –, lança o hit “Real Trap” nesta sexta-feira, 19, abordando a necessidade de ser independente e se libertar dos padrões impostos pela sociedade.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Morador do Bairro Próspera desde pequeno, o rapper conta que escreve desde que se conhece por gente. “Sempre fui alguém que passava para o papel tudo o que via e vivia, o que me ajudou muito quando resolvi puxar isso para a criação de músicas. Dentre os estilos musicais, escolhi o Trap, porque consigo passar o que sinto por meio dele, toda indignação e as experiências que tive e tenho na minha vida”, completa.

Para Rafael, seu grande sonho com a música é deixar uma marca registrada, inspirando crianças e mostrando, para as próximas gerações, que independentemente da situação em que estão inseridas, é possível vencer.

“Lembro de ser criança e não ver ninguém que estivesse na mesma realidade que eu vencendo. Naquele momento, decidi que queria ser essa pessoa para as crianças que me vissem. Costumo pensar que meu maior instrumento não é somente a minha voz, mas sim a minha ambição e vontade de crescer”, ressalta.

Em parceria com outros três amigos, visando mostrar o potencial do Trap Sul Catarinense, o músico criciumense está abrindo sua própria gravadora: a Dharma Records. Já foi no local, inclusive, que o novo lançamento do rapper foi criado.

“Nesse meu próximo lançamento, eu falo de grifes, de carros e de tudo mais que a gente quer ter e nem sabe o porquê. A música ‘Real Trap’ é sobre querer e conseguir, ser independente e se libertar desse padrão imposto pela sociedade e das correntes que nos prendem. Até porque a cultura do Trap segue essa linha, de que cantamos tudo que a vemos e vivemos, o que pode sim ser algo além do que os governos esperam. A ideia é sempre passar a mensagem de que não somos coadjuvantes, mas sim protagonistas das histórias que escolhemos participar”, finaliza.

O rapper pode ser encontrado no Instagram, YouTube e Spotify.

 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.