Proprietários de farmácia em Criciúma são presos por venda ilegal de medicamentos

Prisão aconteceu na tarde desta quarta-feira, dia 16, no bairro Santa Luzia

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) prendeu os proprietários de uma farmácia em no bairro Santa Luzia, em Criciúma, pela venda ilegal de medicamentos psicotrópicos. A DIC investigava o caso há cerca de dois meses e realizou a prisão na tarde desta quarta-feira, dia 16.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Durante a investigação foram obtidos indícios da pratica do crime, que se enquadra como tráfico de drogas. Desta forma, foi cumprido mandados de busca apreensão na farmácia e em um depósito clandestino e na casa dos proprietários.

No depósito, que ficava a poucos metros da farmácia, foram apreendidas dezenas de caixas de remédios “faixa preta”, que só podem ser vendidos com retenção da receita médica, sendo eles:

-29 caixas de Clonazepam 2mg;
-23 caixas de Clonazepam 0,5mg;
-21 caixas de Clonazepam gotas 2,5mg/L;
-13 caixas de Bromazepam 6mg;
-14 caixas de Bromazepam 3mg;
-2 caixas de Rivotril 0,25mg;
-19 caixas de Sibutramina 15mg;
-9 caixas de Lorazepam 2mg;
-2 caixas de Alprazolam 2mg;
-1 caixa de Alprazolam 1mg;
-1 caixa de Alprazolam 0,5mg;
-3 caixas de Ritalina 10mg;
-6 caixas de Diazepam 10mg;
-6 caixas de Diazepam 5mg.

Os medicamentos não estavam cadastrados no sistema da Anvisa, não possuíam origem comprovada e são considerados substâncias entorpecentes capazes de causar dependência física e psíquica. Os proprietários da farmácia foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo encaminhados para presídio local. A operação contou com apoio da Vigilância Sanitária de Criciúma.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.