Projeto AeroSatc participa de competição da Sae Brasil

A equipe da Aerosatc, composta por sete alunos dos cursos de Engenharia Mecânica e Mecatrônica, irá participar mais uma vez do SAE Brasil-AeroDesign 2017. A competição ocorre entre os dias 26 e 29 de outubro no Departamento de Ciência e Tecnologia (DCTA), em São Bernardo do Campo, no estado de São Paulo. O evento recebe grupos do Brasil e de fora do país.

O protótipo da Satc para a edição deste ano foi construído no início de julho deste ano. Os materiais usados foram fibra de carbono, madeira balsa, alumínio aeronáutico e impressões tiradas em impressora 3D. A primeira etapa, constituía em projetar, realizar ensaios e modelagem do avião. Cada equipe teve que mandar um relatório sobre cada fase do projeto.

Por fim, foi realizado o voo experimental do avião no aeroporto Diomício Freitas para testes. “Foi um voo qualificatório onde deveriam gravar um vídeo mostrando o avião decolando e pousando. Se conseguir fazer os dois, o projeto está apto a participar”, relatou o capitão da equipe e estudante de Engenharia Mecânica da Satc, Gabriel Caetano Bauer.

Ao todo, seis equipes de quatro instituições de Santa Catarina irão participar do AeroDesign 2017. Equipe Aerosatc da Faculdade Satc; Equipes Albatroz Aerodesign e Albatroz Aerodesign Micro da Universidade  de Santa Catarina (UDESC); Equipes Céu Azul Regular e Céu Azul Micro da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC-campus Florianópolis) e equipe Nisus (UFSC-campus Joinville).

 A competição AeroDesign

O programa Competição SAE BRASIL AeroDesign é um desafio lançado a estudantes de engenharia. Tem como principal objetivo propiciar a difusão e a troca de técnicas e conhecimentos em Engenharia Aeronáutica, através de aplicações práticas e competição entre equipes. Ao participar do programa, o estudante desenvolve um projeto aeronáutico, incluindo concepção, projeto detalhado, construção e testes.

Este ano as equipes, receberam o desafio de fazer uma estrutura leve, que suporte o maior número de cargas possível. Ao todo, 95 instituições brasileiras participarão. Os vencedores irão ganhar uma vaga de estágio na Embraer e também irão participar da competição internacional, nos Estados Unidos.

A equipe almeja o prêmio, mas a expectativa maior é conquistar a classificação para a próxima edição. “Esperamos ficar entre os 30 primeiros colocados, assim garantimos nossa participação no próximo ano’’, comentou Gabriel.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.