Prefeitos manifestam preocupação com fechamento da JBS

O secretário da Casa Civil, Nelson Serpa, recebeu, em nome do Governo do Estado, uma comitiva de lideranças do Extremo Sul de Santa Catarina, para tratar dos impactos do fechamento da unidade frigorífica da empresa JBS no município de Morro Grande. O encontro ocorreu no auditório da Secretaria de Estado da Administração, no Centro Administrativo, em Florianópolis. O encontro aconteceu na tarde desta terça-feira, 10

O prefeito de Morro Grande e presidente da Associação de Municípios do Extremo Sul de Santa Catarina (Amesc), Valdo Rocha, manifestou a preocupação da região com o fechamento, previsto para o fim de outubro. “A unidade emprega hoje diretamente 1.400 pessoas e todos os municípios do Extremo Sul do Estado serão atingidos”, afirmou o prefeito.

O secretário Nelson Serpa informou à comitiva que o Estado está à disposição para auxiliar os municípios afetados direta e indiretamente com todas as ferramentas de apoio e incentivo à atração de investimentos. “Vamos integrar as forças para minimizar os impactos do possível fechamento da unidade, com o objetivo de manter empreendimentos e evitar a perda de empregos e do movimento econômico na região”, ressaltou. Um novo encontro está marcado para o início da próxima semana para retomar as discussões sobre o assunto.

A comitiva contou com a participação dos 15 prefeitos da Amesc, vice-prefeitos, vereadores, deputados, lideranças locais e representantes de agricultores. Estiveram presentes na reunião, ainda, o secretário executivo de Articulação Nacional, Acélio Casagrande e o secretário da Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.