PPA inclui incentivo a tecnologia

As alterações no projeto de lei n° 92/17, que dispõe sobre o Plano Plurianual (PPA) para o período de 2018 a 2021, foi entregue pela Administração Municipal à Câmara de Vereadores de Criciúma, ontem, terça-feira. Apresentado no Plenarinho Vereador Wilson Eddi Faraco, o documento inclui incentivo à inovação e inovação tecnológica. O investimento previsto no setor será de R$ 4 milhões.

“Nossa intenção em fomentar o setor de inovação é valorizar as pessoas e suas ideias, de acordo com as novas tendências mundiais. Buscamos desenvolver Criciúma e torná-la um polo tecnológico, assim como já é a capital e o Norte de Santa Catarina. Investimentos nesta área trazem ao município novas empresas, que geram empregos, movimentam a economia e aumentam as arrecadações”, destaca o prefeito interino de Criciúma, Ricardo Fabris.

De acordo com o secretário da Fazenda, Robson Gotuzzo, Criciúma nunca investiu na área de inovação e tecnologia. “Durante as reuniões do secretariado da Administração Municipal sobre o PPA ficou estabelecido o investimento, contudo, os valores não foram inseridos no PE. Porém, após apresentarmos o projeto à Câmara de Vereadores, o vereador Aldinei Potelecki nos alertou da importância da inclusão deste item. O prefeito licenciado, Clésio Salvaro, concordou em realizar esta alteração no PE, com um investimento de R$ 1 milhão por ano na área de inovação”, explica.

Segundo Gotuzzo, os valores das despesas do PPA não serão alterados, continuando em aproximadamente R$ 3,4 bilhões, durante os quatro anos. “É sempre importante investir nas pessoas e nas suas ideias. É acreditando na população que o mundo vai para frente”, completa Fabris.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.