Poste fica no meio da rua após pavimentação

Em resposta a nota publicada ontem, 12 pela Prefeitura de Nova Veneza sobre a presença de postes no meio de ruas recém-asfaltadas do município, a Celesc informa que o processo para o deslocamento do traçado das redes teve início em outubro de 2018. Na época, a empresa efetuou os estudos técnicos necessários para o reposicionamento dos postes e cabos e repassou, para a prefeitura, o orçamento para a realização dos serviços que devem ser pagos pelo solicitante.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui 

Ainda segundo a nota, o pagamento dos serviços, porém, foi realizado pela prefeitura de Nova Veneza, somente no último dia 3 de junho, quando a Celesc pôde dar início ao processo de contratação dos serviços. Os trabalhos iniciaram no dia 6 de junho com prazo de conclusão previsto para 120 dias.

A Celesc informa ainda que tais serviços são complexos e exigem, inclusive, o desligamento da rede para que sejam executados. Por questão de regra, com o objetivo de não prejudicar os consumidores, esses desligamentos são programados atendendo intervalos específicos.

Prefeitura diz que realizou todos os trâmites legais

Na tarde de ontem, o prefeito de Nova Veneza, Rogério Frigo, emitiu uma nota sobre a execução da obra. Leia na íntegra:

“O Governo de Nova Veneza informa que, para a execução da obra de pavimentação da rua Albino Destro, no Bairro Bortolotto fez todos os trâmites legais solicitando a retirada do poste a Celesc. Dois ofícios foram encaminhados no final do ano passado. Uma das exigências da empresa foi o pagamento antecipado para executar o serviço de troca da rede e poste. O Poder Público desembolsou R$ 82.311,31, no final do mês de maio e até o momento a empresa não efetuou a retirada.

A empreiteira responsável tinha um prazo para a execução da obra e colocou a pavimentação asfáltica e, ainda a Prefeitura não obteve retorno da Celesc. Inúmeras reuniões foram feitas com os responsáveis técnicos da estatal para buscar uma solução do problema. “Estamos cansados de buscar a solução, todos os trâmites legais e necessários foram feitos pela Prefeitura. Pagamos adiantado e, agora estamos sofrendo com críticas, sendo que, não podemos mexer na rede elétrica”, afirmou o prefeito Rogério Frigo.

O gestor ainda explicou que, várias outras ruas estão aguardando pela retirada de postes”.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.