Polícia identifica estabelecimentos na região vendendo carne de cavalo

Foram duas lanchonetes, uma em Morro da Fumaça e uma em Criciúma, um restaurante em Içara e um mercado em Laguna

Investigações da Operação Hefesto avançam e Polícia Civil identifica quatro estabelecimentos na região vendendo carne de cavalo. Foram duas lanchonetes, uma em Morro da Fumaça e uma em Criciúma, um restaurante em Içara e um mercado em Laguna. Os nomes dos comércios não foram divulgados.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Segundo o Delegado Ulisses Gabriel, responsável pela investigação do caso, a Vigilância Sanitária estadual será notificada para realizar uma vistoria nos estabelecimentos. Em setembro, 520 quilos de carne de cavalo foram apreendidos na Operação Hefesto, deflagrada em Morro da Fumaça. Ao todo, 12 pessoas foram presas pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, desacato e crime contra o consumidor, com carne imprópria para o consumo para fins comerciais. Em um depósito foram apreendidos também drogas, armas e dinheiro.

2ª fase da Operação Hefesto: sete mandados de prisão são cumpridos

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.