Pela primeira vez, Governo de Içara apoia comunidades terapêuticas

Ideia é auxiliar instituições que recebem dependentes de álcool e drogas

O Governo Municipal de Içara assinou um termo de cooperação com as comunidades terapêuticas da região. Pela primeira vez, o município vai colaborar com oito vagas mensais em clínicas cadastradas na prefeitura para acolhimento voluntário de dependentes de álcool e drogas.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Inicialmente foram assinados os convênios com a Associação de Famílias para Assistência ao Indivíduo Carente (Afassic), Centro de Reabilitação Humana Fazenda São Jorge Feminina, Centro de Reabilitação Humana Fazenda São Jorge ll, Associação Anti-Álcool e Dependência Química de Apoio às Famílias do Extremo Sul Catarinense, além do Centro de Reabilitação e Tratamento de Adicção (Cetrad).

“Eu sempre digo, nossa cidade cresce muito em números, mas se não melhorar a qualidade de vida de quem vive aqui, não adianta nada. Queremos dar um suporte para essas casas, que elas possam acolher bem os nossos içarenses que precisam da reabilitação do álcool e das drogas. Também as famílias que precisam deste apoio na hora de internar o seu familiar. É o início de uma parceria que estamos apostando muito”, disse a prefeita de Içara, Dalvania Cardoso.

Os convênios serão administrados pela Subsecretaria de Políticas Sobre Drogas de Içara. “Esse momento está sendo muito especial para o município. É uma alegria saber que agora vamos poder apoiar quem mais precisa. Eu sempre pedia uma vaga, muitas vezes não tinha como, não tinha espaço, mas eles davam um jeito. Agora estamos retribuindo o apoio de longos anos”, disse emocionada Mara Rubia Scremin, coordenadora da Subsecretaria.

Outras comunidades que tiverem interesse podem procurar a secretaria. “A dependência química é um problema de saúde que precisa ser tratado de forma adequada. Com isso as comunidades terapeutas oferecem um atendimento especializado para que os cidadãos consigam retornar ao convívio social, depois do tratamento. Cada local é voltado para um público e faixa etária de idade, por isso estamos abertos para apoiar todas”, informa o secretário de saúde do município, Sandro Ressler.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.