Paulo Esporte Coutinho – Bom dia, missão dupla cumprida!

Quem diria que o primo pobre ficaria ainda com uma rodada para escolher o que vai fazer no campeonato. Quem diria que o simples time mesclado de jovens e rodados iria cumprir missão dupla, garantindo a permanência e se consagrando numa classificação histórica entre os oito e momentaneamente em quinto. Amigos, isto se chama organização. Isto se chama trabalho. Isto se chama profissionalismo. Isto se chama respeito, e isto se chama jogar por alguém e por si mesmo. Ao Próspera, nossos respeitos e cumprimentos. Aos seus diretores representados pelo presidente Israel, um abraço profissional e aos jogadores e comissão o orgulho de ver o que fizeram. Salve o Próspera!

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Encarando a realidade

O primo rico não teve o mesmo sucesso. Não conseguiu dar conta de uma herança maldita e foi muito mal. Ainda está vivo, mas humilhado, pisoteado e desmoralizado por suas próprias ações. Apesar do esforço buscando a recuperação em momentos decisivos, a arrogância e prepotência estiveram acima da razão, e uma sequência de erros aconteceu provocando uma situação jamais vista. Ao empatar com o poderoso Concórdia, nosso Talismã fica muito próximo de um trágico acontecimento jamais visto na história do clube. Todos os alertas foram feitos, muitos pedidos não atendidos e até respostas mal educadas foram dadas. Existe ainda uma chance, e ela ainda poderá ser aproveitada e assim esperamos. Mas fica mais uma marca na vida do clube. Tudo começou quando o clube foi entregue nas mãos de gente não qualificada e depois vendido para outros que não olhavam para o clube como entidade e sim, como objeto de ganhos pessoais. Uma pena o que fizeram com o nosso Tigre!

O que fazer com o Próspera?

Cuidar como vem sendo cuidado e adequá-lo ao que vem pela frente. Profissionalizar ainda mais, e dar o passo certo para não errar. E e o mais importante, seguir simpático, alegre, e dentro da sociedade como entidade agregadora.

O que fazer com o Criciúma?

Repensar tudo, não só o jeito de fazer futebol como a forma de ser, retornando aos velhos tempos com times alegres e próximos de seus torcedores. Hoje nosso Talismã é carrancudo, mascarado, seus integrantes são intocáveis, o departamento de futebol não conversa, o diretor arrumou uma bronca com uma turma e trata à todos como adversários. O Criciúma precisa ser reinventado mesmo que isto signifique retroagir no tempo. Parece que tudo ficou com abnegado presidente Anselmo sobre quem ficou todo o peso. Cadê o marketing? Cadê o social? Cadê o futebol? Cadê a base? Cadê o futsal? Enfim o que será feito?

A classificação

Faltando uma rodada para encerrar a primeira fase esta é a situação: 1- Chapecoense/ 2-Brusque / 3- Avaí / 4- Juventus/ 5-Prospera/6-Marcílio Dias/7-Joinville/ todos já classificados. Fica uma vaga em aberto para completar a octogonal mata- mata que colocará o primeiro x oitavo- segundo x sétimo- terceiro x sexto e quarto x quinto que seria hoje Juventus x Prospera. Esta última vaga pode ser do Figueira (10) -Concórdia (10) -Hercílio Luz (9)e muito dificilmente do Criciúma com 8. Metropolitano já está rebaixado.

 

Troféu Abacaxi

Além de vermos o jogo que vimos do Criciúma, ainda somos obrigados a ouvir (Tabelando), a coletiva com dois integrantes. O que é isto? Falta de coragem ou brincadeira de salão?

 

 

 

 

 

 

Troféu Destaque

Para nossa Olímpica Ana Claudia Lemos por mais uma conquista nacional nos enchendo de orgulho por ter começado em Criciúma e até hoje representado toda a região. Muito bom!

 

 

 

 

 

 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.