Paulo Esporte Coutinho – Bom dia, agonia!

Temos uma terça inteira para ficar imaginando o que poderá acontecer com nosso Talismã. Toda esta ansiedade se justifica, porque jamais em todos os tempos estivemos tão perto do buraco. Os concorrentes diretos tem compromissos difíceis e até acho que não vencerão, mas temos um grande problema que é exatamente o nosso representante. Terá o Criciúma forças e qualidade para vencer um misto do Avaí, que vem aí na quarta? O normal seria uma vitória, e se isto ocorrer penso que existem chances de escapar. Criciúma tem oito vencendo vai a 11. Hercílio joga em casa com o Joinville, e se empatar faz dez e o Concórdia, joga fora com o Juventus e se perder fica com dez. Ainda tem o Figueirense que tem dez e joga com o Marcilio em Floripa e pode ficar com dez. Falei em AGONIA exatamente por estes cálculos mirabolantes que podem dar certo desde que a nossa turma faça sua parte!

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Onde anda Rampineli

Nosso diretor vencedor sumiu. Ninguém sabe ninguém viu! Como temos um gerente ou executivo que também não fala, pois foi o contratador, estamos no aguardo de um posicionamento oficial do diretor Rampineli, para sabermos o que pode acontecer no caso de sucesso ou não. Parece que tudo ficou para o presidente Anselmo que é o comandante, mas não o responsável pela montagem deste time. Seria bom que alguém assumisse ou pelo menos projetasse algo concreto, pois além desta situação no Catarinense tem daqui a 40 dias a série C. Ou alguém está pensando em ir com esta turma para o nacional?

Próspera pensando alto

Classificado entre os oito, o Próspera projeta ainda este ano, subir mais degraus em sua trajetória. Torce para ficar à frente do Joinville, para garantir vaga na Série D, e conforme a classificação final até uma Copa do Brasil. É justo pensar assim, para quem fez tudo certo para colher bons frutos.

Profissionais reclamam de custos

Muitos professores técnicos reclamam das dificuldades para fazer os cursos da CBF, exigidos para o desempenho das funções. Além das distâncias tem também os custos muito altos. Por isto, pedem ajuda a Federação Catarinense.

 

Troféu Abacaxi

Para a falta de comunicação entre clube, torcida e para a falta de coragem, num contato direto para assumir as responsabilidades. Cadê Gil, que diz ter montado o time? E cadê Rampineli? Que é o responsável pelo futebol? Ficaria tudo mais simples com explicações sobre as ações. Será que tudo segue como antes?

 

 

 

 

 

Lukinha, eu, Sarandi e Jean Reis no programa Dentro da Área

Troféu Destaque

Ontem, 19, o projeto Anjos do Futsal completou exatos 20 anos. Com a empresa Anjos Tintas, mantendo e coordenando esta belíssima ação tecnosocial. Já são mais de 11 mil garotos que por ali passaram. Uns foram adiante como Lukinha (dez anos de Catar,  cinco na seleção) e outros encaminhados para a vida. Com Jean Reis no comando e pessoas importantes na trajetória como Coronel Cabral e a família Colombo. Só temos que agradecer e comemorar. Muito bom!

 

 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.