Anúncio

Pandemia: cerca de 18 mil pessoas são beneficiadas com ações solidárias no sul catarinense

Diante dos desafios impostos pela pandemia de coronavírus, entidades, instituições, comunidade e poder público se uniram em uma grande corrente de solidariedade, que resultou em benefícios para 4,5 mil famílias, cerca de 18 mil pessoas, na região Sul do Estado. Os números foram apresentados durante encontro realizado na Associação Empresarial de Criciúma (Acic) nesta quinta-feira, 19.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Anúncio

O balanço envolveu diversas campanhas e iniciativas deflagradas em Criciúma, com alcance em outras cidades da região e até de outras regiões de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, totalizando 17 municípios e 67 instituições, além das famílias atendidas diretamente.

O montante de doações distribuídas chegou a 60 toneladas de alimentos e três toneladas de material de higiene e limpeza. No entanto, os donativos incluíram também máscaras faciais, fraldas, vale-gás, cartões de vale-alimentação, agasalhos, colchões, kits para bebês, entre outros itens.

“Fazer com que as doações cheguem a quem realmente precisa é a parte mais difícil. Mas a partir do momento que a Equipe Multi-Institucional foi acionada, se mobilizou para fazer essas entregas. Perdemos o temor (do vírus), porque a solidariedade falou mais alto”, define o presidente da Cruz Vermelha de Criciúma, Almir Fernandes de Souza.

Ele explica que o pedido de apoio para a distribuição das doações começou já em março e se intensificou nos meses seguintes. Entre essas iniciativas está o Movimento Juntos de Coração, deflagrado em abril por entidades de Criciúma e região com o objetivo de amenizar os impactos sociais e econômicos causados pela pandemia de Covid-19.

Juntos de Coração

Através do Juntos de Coração, foram arrecadados R$ 133.733,26 em recursos financeiros, direcionados para várias ações, como a doação de cartões que podiam ser usados para a compra de alimentos ou para suprir outra necessidade da família beneficiada.

“A iniciativa dos cartões foi muito importante, porque dá à família a opção de comprar o que necessita naquele momento”, considera Fernandes. Até o momento, foram doados 2.062 cartões, no valor individual de R$ 60, além de 157 cestas básicas e 90 quilos de alimentos.

Por meio do movimento, ainda foram confeccionadas e entregues à comunidade 28.839 máscaras e direcionados ao Hospital São José mil aventais hospitalares. “A nossa palavra neste momento é de gratidão a todos aqueles que contribuíram. A campanha iniciou justamente quando as atividades foram paralisadas, o que aumentou o desafio, mas as entidades se uniram e tiveram um papel muito importante em um momento tão delicado. Mostramos o quanto somos solidários e como, juntos, somos mais fortes”, enfatiza o presidente da Acic, Moacir Dagostin.

Ele ressalta ainda outra ação desenvolvida pelo movimento: o apoio aos micro e pequenos empresários por meio de consultorias gratuitas. “Era necessário garantir que essas empresas conseguissem sobreviver à crise e, nesse sentido, as consultorias foram fundamentais”, entende Dagostin.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.