Notícias de Criciúma e Região

Uma ‘nova’ escola profissionalizante em Criciúma; entenda

O Senai irá construir uma nova sede próximo a Unesc, no bairro Universitário, que será focada no ensino profissionalizante; anúncio abriu a Semana da Industria 2022

Criciúma irá ganhar uma nova escola profissionalizante do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). A entidade vinculada a Federação das Industrias de Santa Catarina (FIESC) anunciou a compra de um novo terreno próximo a Unesc, no bairro Universitário, na abertura da Semana da Industria 2022 nesta segunda-feira, dia 23.

Atualmente, os cursos profissionalizantes e laboratórios do Senai estão localizados na sede no bairro Comerciário, área mais central de Criciúma. “Já no ano passado, final do ano, tivemos a grata satisfação de receber investimento a compra de um novo terreno, novo imóvel, próximo da Unesc, Satc e Cedup. Onde o Senai deseja, em um curto espaço de tempo, construir um novo espaço. Estamos agora fazendo o projeto da obra”, comenta a gerente-executiva da Fiesc Sul e Litoral Sul, Graziela da Silva Branco.

Gerente-executiva da Fiesc Sul e Litoral Sul, Graziela da Silva Branco apresentou dados da Fiesc em Café com a Imprensa nesta segunda-feira, dia 23- Foto: Lucas Colombo/Portal Litoral Sul

Foram investidos pela Fiesc na compra do terreno de 22mil m², R$16 milhões. “Onde estamos hoje (sede comerciário) permanecerá a educação básica, toda nossa jornada infantil, ensino fundamental, ensino médio, também, estamos estudando a educação de jovens e adultos. Entendemos que aquele espaço para a educação profissionalizante será melhor devido aos alunos que vem de outros municípios para fazer curso técnico e fazer ensino superior. Se tornando mais acessível devido a rota dos ônibus, as conexões. Acreditamos que com isso o Senai vai atender ainda mais toda a Regional Sul, os municípios da Amrec e Amesc. Localizando-se naquele grande complexo educacional”, explica Graziela.

Ampliação dos cursos e a falta de mão de obra

Uma das dificuldades que a industria tem enfrentado é a falta de mão de obra especializada. São diversas vagas em aberto nas industrias do Sul catarinense sem que haja trabalhadores capacitados para ocupá-las, segundo o vice-presidente da Fiesc Sul, José Carlos Sprícigo. “Todos falam da falta de mão de obra qualificada. Temos 600 vagas em aberto. Temos que qualificar. Então esse movimento de aproximação com os prefeitos e prefeitas da região tem trazido essa possibilidade de qualificar pessoas. Esse movimento tem que continuar em virtude da alta demanda, já que nossa insdutria é pujante e diversificada”, afirma.

 

Vice-presidente da Fiesc Sul, José Carlos Sprícigo, destaca que falta de mão de obra qualificada é uma das preocupações da industria no Sul – Foto: Lucas Colombo/Portal Litoral Sul

 

A construção de uma nova escola do Senai, segundo Graziela, vem de encontro com essa necessidade da industria. “Desde o ensino fundamental na Educação Básica nós estimulamos nossas crianças, nossos jovens ao universo da tecnologia, robótica e programação. Para entenderem que a nova industria tem muita tecnologia envolvida e tem oportunidades de carreira e profissionais execelentes. Então essa nova unidade do Senai lá vai acentuar ainda mais isso, dar mais respaldo na busca de uma formação para todao região Sul do estado”, ressalta.

Após a fase de elaboração do projeto, será realizada a licitação para a construção do novo espaço do Senai em Criciúma. Além de formar mais alunos, será possível ampliar o número de cursos profissionalizantes ofertados. “Com isso vamos aumentar a formação não só em quantidade de alunos, mas também com novas áreas. Estamos estudando bem a vocação industrial e as futuras demandas para implementar, inclusive, novos laboratórios industriais como, por exemplo, o plástico que tem sido uma demanda latente em nossa região. Que deve estar sendo implantada nesse novo espaço”, diz Graziela.

Novas unidades em Braço do Norte e Capivari de Baixo

Nesta Semana da Industria, o Senai irá realizar diversas ações em todo o Sul catarinense. Entre elas está a inauguração de uma nova sede do Sesi/Senai em Braço do Norte e o retorno das atividades em um novo local em Capivari de Baixo.

Graziela destacou a importância dos atendimentos realizados pelo Sesi e Senai no Sul catarinense – Foto: Lucas Colombo/Portal Litoral Sul

Já em Criciúma serão realizadas aulas experimentais de educação profissional desta segunda-feira, dia 23, até a sexta-feira, dia 27, das 8h às 17h30 na sede do Senai no bairro Comerciário. Bem como visitas técnicas as industrias nas quarta-feira, dia 25 e quinta-feira dia 26.

“Vamos desenvolver várias atividades tanto voltado aos alunos visitarem as industrias quando as industrias estarem aqui conosco, com nossos alunos, palestrando. Queremos aproximar cada vez mais as industrias com as instituições de ensino. Temos na quarta-feira, dia 25, o Reinventa SC, promovido pela Fiesc. Além da inauguração de uma nova unidade que ficou muito bonita do Sesi/Senai em Braço do Norte uma região muito industrializada e em Capivari de Baixo que está retomando as atividades em uma estrutura totalmente revitalizada”, finaliza Graziela.

O Sesi e o Senai possuem atendimentos em todo o Sul catarinense. Considerando todos municípios das regiões de Criciúma, Tubarão e Araranguá são mais de 1 milhão de habitantes. São 8.295 industrias, destas 1.097 são atendidas pelo sistema Fiesc. Além disso, dos 111.364 trabalhadores da industria, 42.799 são atendidos pelo Sesi/Senai.

Veja a programação na região de Criciúma:

 

Veja a programação para a região de Tubarão:

Você também pode gostar