No total, 21 municípios de SC foram atingidos pelas fortes chuvas

Brusque e Camboriú devem publicar o decreto nesta quinta-feira, 10

A Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC), atua de forma intensa apoiando os municípios atingidos pelas fortes tempestades desta semana. O trabalho de levantamento foi agilizado com a orientação dos coordenadores regionais da DCSC e com isso foi possível a liberação de itens de ajuda humanitária ainda ontem, 9.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

No total 21 municípios relataram ocorrências que vão desde alagamentos, deslizamentos, queda de árvores e muros. Os municípios de Canelinha, Balneário Gaivota, Pescaria Brava e Imaruí decretaram situação de emergência. Já Brusque e Camboriú devem publicar o decreto nesta quinta-feira, 10.

Foi necessária a abertura de quatro abrigos municipais. As informações repassadas até o momento apontam que em Camboriú 200 pessoas foram retiradas das residências e 17 pessoas estão no abrigo. Já em Canelinha 146 pessoas permanecem abrigadas na Escola Professora Maria de Lourdes Nicolau Zimermam. Abrigos também foram ativados em Laguna e Brusque.

“Mobilizamos sete coordenadorias Regionais da DCSC para prestar todo o apoio necessário aos municípios”, comentou o chefe da DCSC David Busarello. Segundo ele, a ação conjunta dos órgãos do Governo do Estado está resultando em uma resposta rápida. Busarello está percorrendo os municípios que registraram ocorrências para agilizar a chegada de suporte.

Já foram disponibilizados, para os municípios de Brusque, Balneário Gaivota, Canelinha, Pescaria Brava e Laguna, cinco rolos de lona, 190 cestas básicas para sete dias, 166 colchões, 166 kits de acomodação, 40 kits de higiene pessoal e 190 kits de limpeza. A quantidade de itens liberados deve aumentar nas próximas horas em função do município de Canelinha que ainda não finalizou o levantamento, mesmo assim a DCSC já está mobilizada e preparando os itens de assistência humanitária para serem enviados.

A Defesa Civil mantém o alerta para o risco de novos deslizamentos e desmoronamentos, porque o solo está encharcado.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.