No Dia Mundial da saúde, Unesc realiza ações em Criciúma, Forquilhinha e Jaguaruna

Em comemoração ao Dia Mundial da Saúde, neste sábado, 7, professores e acadêmicos dos cursos de saúde e do Programa de Residência Multiprofissional da Unesc desenvolveram atividades em Criciúma, Forquilhinha e Jaguaruna. Nos três municípios o foco foram ações de promoção à saúde, com o intuito de chamar a atenção para a necessidade de cuidados.

Em Criciúma as ações ocorreram na Praça Nereu Ramos, durante o #secuidaSC, movimento do Governo do Estado que promoveu encontros como o deste sábado em toda Santa Catarina. No município, a ação também tem a parceria de 20ª Gerência Regional da Saúde. Os professores e alunos da Universidade estiveram ainda na Escola Padre Miguel Giacca, no Distrito de Rio Maina.

A estudante da quinta fase do curso de Enfermagem da Unesc Tainara Bueno de Souza participou pela primeira vez de um evento voltado para a comunidade e aprovou a experiência. “Estamos aprendendo sobre auriculoterapia e tivemos a oportunidade de colocar em prática com um público variado o que aprendemos. Estou achando maravilhoso ver as pessoas querendo saber mais sobre o assunto e querendo fazer a terapia”, afirma.

A Universidade esteve presente no evento com os cursos de Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Odontologia e Psicologia; o Programa de Residência Multiprofissional; o Nuprevips (Núcleo de Prevenção à Violência e Promoção da Saúde), com informações e uma aula de yoga; o curso de Ciências Contábeis – com o evento Imposto de Renda na Praça – e a Biblioteca Professor Eurico Back, com contação de histórias.

A diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias da Unesc, Fernanda Sônego conta que neste ano a mobilização da comunidade foi feita por meio de uma abordagem com práticas integrativas de saúde como: aurículoterapia, aromoterapia, cromoterapia, orientações sobre argiloterapia, uso de plantas medicinais, homeopatia, alopatia, atendimento farmacoterapêutico e instruções de higiene oral. Neste ano a proposta esteve pautada nos pilares: “Eu quero parar de fumar”; “Eu quero ter um peso saudável”; “Eu quero me exercitar” e “Eu quero me alimentar melhor”.

“Toda a ação de saúde, do Imposto de Renda na Praça, da contação de histórias e do yoga envolveu mais em torno de 150 professores, alunos e funcionários da Universidade. A finalidade é a promoção da saúde do corpo e da mente e lembrar as pessoas da importância dos cuidados com ela. Queremos estimular a transformação no agir e no pensar”, comenta Fernanda.

Segundo a reitora da Unesc, Luciane Ceretta, a Universidade tem como objetivo a formação não apenas profissional do estudante, mas voltada para a sociedade. “Ações como as desenvolvidas neste sábado reforçam o papel comunitário da Unesc e aproximam ainda mais a Instituição da sociedade, e o conhecimento, das pessoas”, considera.

Para o vice-reitor, Daniel Preve, um dos pontos positivos nas ações realizadas é a troca entre acadêmicos e comunidade. “A extensão permite que os estudantes se aproximem mais da população e, além de colocarem na prática o que aprenderam em sala de aula, aprendam com as pessoas também”.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.