Notícias de Criciúma e Região

No aprendizado da confeitaria, a chance de realizar um sonho

A realização de um sonho foi o que motivou a senhora Oneide Fernandes, de 60 anos, de Criciúma a concluir um curso de confeitaria. Desde muito jovem, ela tinha a vontade de produzir seus próprios bolos e recheios, mas o fato de não ser alfabetizada, para ela, era um dos motivos que dificultaria o aprendizado. No entanto, com o incentivo da família e o surgimento da oportunidade de participar do curso de confeitaria básica ofertado pelo Senai, ela resolveu encarar o desafio. Na primeira aula achou que não conseguiria dar conta do recado, porém, na noite da última quarta-feira, dia 19, data do seu aniversário, o maior presente foi a finalização do curso e conquista do primeiro diploma de confeiteira.

“Sempre tive esse sonho de fazer bolos. Quando chegava o Natal ficava pensando se algum dia ainda aprenderia a fazer o chantilly. Não achava que era possível, ainda mais para quem não sabe ler, como eu. Mas pude ver que a gente consegue sim realizar os sonhos, mesmo quando se tem uma idade mais avançada. Lembro que na primeira aula fiquei com medo de não conseguir, mas depois fui desabrochando para a confeitaria. Hoje todas as receitas são feitas em parceria com a minha família. Eles leem os ingredientes e eu executo. A cada dia surge uma nova descoberta”, garante dona Oneide.

Para ela, a dificuldade enfrentada no início do curso, só deu mais ânimo para continuar. “Quando fiz meu primeiro suspiro eu pulava de alegria. Era um sonho que se realizava. Nem acreditei no que estava acontecendo comigo. Hoje o bolo de aniversário meu e do meu esposo foi feito por mim mesma e ficou muito bom! Já tenho até encomenda de um bolo de oito quilos para o próximo mês. Tudo isso foi possível graças ao curso do Senai”, garante a aluna.

Dona Oneide foi uma das pessoas que concluiu esta semana o curso de confeitaria básica ministrado no Senai de Criciúma. A última aula serviu para os alunos mostrarem aos seus familiares um pouco do que aprenderam durante as 60 horas de aula, já que foram fabricados diversos produtos que foram distribuídos aos convidados para comemorar a formatura. O curso de curta duração de aperfeiçoamento profissional é uma oportunidade para aqueles que não tiveram chance de frequentar a escola, já que não exige escolaridade e grande parte das aulas são práticas. “Nossa intenção com este curso é de dar oportunidade para as pessoas. Aqui elas podem aprender algo novo e ter uma nova oportunidade de renda, como a Oneide. Ela se tornou um exemplo de dedicação e do quanto o apoio da família faz a diferença”, enaltece o analista de comercialização do Senai, Maicon Jung Canever.

O curso de confeitaria básica está com inscrições abertas para a próxima turma com aulas que iniciam a partir de outubro. Os interessados poderão entrar em contato pelo telefone: 3431-7100, whatsApp: 99137-6895 ou pelo e-mail: [email protected]

Você também pode gostar