Município investe em iluminação e segurança pública

Içara será umas das cidades pioneiras no país com o novo projeto de iluminação e segurança pública. O Projeto de Lei para atualização do Custeio Da Iluminação Pública (Cosip), que está sendo elaborado pelo Governo de Içara, objetiva transformar o município em uma cidade do futuro, ainda mais segura e atrativa. Um melhor índice luminoso garante maior segurança. Este é um dos objetivos da plataforma das cidades inteligentes.

De acordo com o prefeito Murialdo Canto Gastaldon, a intenção do Governo é trocar os 13,5 mil pontos de iluminação pública para LED. “O sistema que almejamos permite a colocação de inúmeras câmeras de segurança nos pontos de iluminação, com cobertura 24 horas por dia. Além disso, como a luminosidade será ampliada, as imagens terão mais nitidez, auxiliando positivamente os órgãos de segurança para identificar qualquer ocorrência”, explica.

Desde o início das discussões para a elaboração do Projeto, o Governo iniciou diálogo com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Empresarial de Içara (Acii) e União das Associações Comunitárias de Içara (Uaci). O próximo passo é ouvir a população e esclarecer as possíveis dúvidas.

“Ouvir as opiniões das nossas entidades é essencial, pois é uma decisão que envolve estes vários setores. Nós já realizamos reuniões públicas para desapropriar 25 hectares da Fazenda Esperança, para fazer a gestão compartilhada da água com a Casan, para montar o Plano Diretor, e, da mesma forma, faremos uma grande reunião no dia 15 de dezembro, às 19h, no Clube Ipiranga, para tratar da iluminação e segurança pública. Dialogar com transparência e diretamente com a população, sempre é o melhor caminho para o estabelecimento da verdade e da solução dos problemas coletivos”, coloca Gastaldon.

 O projeto

De acordo com o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Urbano Arnaldo Lodetti Júnior, muitos bairros da cidade carecem de uma melhor iluminação. “As pessoas que saem dos seus trabalhos no inverno, ou os jovens que chegam da faculdade, e que precisam se locomover a pé pela cidade, precisam enfrentar essas ruas escuras. Com as lâmpadas de led, além da economia da energia, a cidade se tornará mais luminosa. O aumento, de acordo com os estudos realizados, será de 150%”, adianta.

O investimento total do projeto de iluminação e segurança pública é de R$ 42 milhões. No primeiro momento serão R$ 28 milhões, e após dez anos, 14 milhões. Para viabilizá-lo, o Governo busca uma parceria público-privada. Caso o projeto seja aprovado pelos vereadores, será aberto licitação para a empresa escolhida elaborar a atualização do parque de iluminação pública de Içara. “Permanecem isentos os consumidores que consomem até 50 quilowatts da taxa da Cosip. Hoje, assim como os demais, estes pagam R$ 13,20”, explica o secretário.

Para aqueles que durante o mês consomem entre 51 e 100 quilowatts, terão um aumento de R$ 6 no valor da taxa da Cosip. Este valor será pago gradativamente, isto é, com o incremento de R$ 0,50 ao mês. Já aos que consomem acima disso, até 200 quilowatts, será somado o valor de R$ 0,80 a cada fatura a ser paga, também num período de 12 meses. Ao final, o valor do reajuste será de R$ 9 “Os que terão maior aumento na taxa da Cosip serão os que de fato consomem mais energia, como é o caso do comércio e indústrias. Mas os empresários estão nos apoiando e sabem do benefício para a cidade como um todo”, argumenta Lodetti.

O diretor Leandro Novelli, da Valle Engenharia, empresa que realizou os estudos sobre o sistema de Iluminação Pública de Içara, informa que enquanto as cidades onde se tem os melhores sistemas de iluminação do Estado arrecadam R$ 90,00 reais por ponto de Iluminação, Içara atualmente arrecada menos de R$ 20,00. Com a alteração legislativa proposta, Içara contará com um sistema de iluminação e segurança com a mesma tecnologia usada em grandes cidades, ao preço de R$ 46,00 por ponto de iluminação”, finaliza.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.