Município do Sul do Estado é pioneiro na utilização de cápsula para tratamento por ozônio via SUS

Serão oito atendimentos por dia, cada procedimento na cápsula demora 35 minutos e o equipamento precisa aguardar 25 minutos para ser religado

O Centro Municipal de Reabilitação de Sangão está com um serviço pioneiro na região, a Ozonioterapia, direcionado inicialmente para o tratamento de doenças crônico-degenerativas, feridas, melhora da imunidade e, principalmente, para a reabilitação Pós-Covid-19.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

O tratamento aos pacientes teve início nesta semana, por meio de uma Cápsula Sauna de Ozônio, com atendimento via Sistema Único de Saúde (SUS). O investimento do município foi na ordem de R$200 mil, no Centro Municipal de Reabilitação, que está em novo local, e atende à população por 12 horas ininterruptas, e que agora conta com esse equipamento.

A secretária de Saúde Samira Casagrande de Souza, destaca que o município é o primeiro do Brasil a oferecer tratamento de ozonioterapia, pelo Sus, além disso, só existem 15 equipamentos deste tipo no Brasil, sendo o quarto instalado em Santa Catarina. “Em todo o Sul do estado pelo Sus é a única cápsula sauna de ozônio em operação”, destaca.

Mais de 300 atendimentos realizados

No início do ano três profissionais de fisioterapia, da Secretaria de Saúde do municipio, participaram de uma capacitação em Florianópolis, com especialistas e a partir de abril, vários procedimentos começaram a ser realizados, com resultados surpreendentes. “Desde que o novo Centro Municipal de Reabilitação começou a operar, já foram realizados mais de 330 atendimentos com ozonioterapia”, informa a secretária.

Vídeo:

A implantação do Serviço é uma iniciativa da Administração Municipal que reuniu informações a respeito dos benefícios da Ozonioterapia. “Acompanhamos vários relatos de pessoas que fizeram e fazem uso dessa técnica há anos, inclusive como um dos tratamentos utilizados na recuperação do Covid-19. Sentimos que isso pode gerar ganho de qualidade nos serviços de saúde para a população e por isso buscamos inovar ao colocar esse serviço à disposição dos nossos cidadãos”, declarou o prefeito Castilho Silvano Vieira.

O prefeito que já faz tratamento de ozonioterapia, foi o paciente 01 do equipamento.

Quem pode ser atendido

Serão oito atendimentos por dia (40 por semana), cada procedimento na cápsula demora 35 minutos, sendo que o equipamento precisa aguardar 25 minutos para ser religado. Pessoas a partir de 15 anos, já podem realizar tratamentos (se indicado). Não há contraindicação para crianças, mas o tamanho da cápsula exige uma altura mínima.

Gestantes não podem realizar esse tratamento. As pessoas que desejarem fazer esse tratamento precisam passar por uma triagem para verificar se estão em condições de se submeter a ele.

Em que consiste a prática?

A Ozonioterapia, faz parte das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde regulamentada pelo SUS. Trata-se de uma técnica que utiliza os gases Oxigênio e Ozônio, que são gazes naturais produzidos pela atmosfera e pelo Corpo Humano, e que atuam protegendo o organismo contra contaminações e infecções.

Na prática, a Ozonioterapia auxilia o tratamento de doenças como o câncer, dores e inflamações crônicas, infecções variadas, além de feridas, queimaduras e problemas vasculares em que haja redução do fluxo sanguíneo. Um dos resultados da Ozonioterapia é levar mais oxigênio para os tecidos do corpo, o que contribui para reduzir quadros inflamatórios e regular o sistema imunológico do paciente.

Em países como Cuba, Portugal, Espanha, Itália, Rússia e China a Ozonioterapia já faz parte do sistema público de saúde. Em muitos casos, com uma economia de 80% em relação a um tratamento convencional.

 

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.