Notícias de Criciúma e Região

Motorista que matou ciclista em Laguna pode ser condenado a 30 anos

O atropelamento teria ocorrido no acostamento da via, em uma manobra ilegal de ultrapassagem pela direita

O motorista responsável pelo atropelamento que matou o ciclista João Batista Lemos, em Laguna, responderá pelo crime de homicídio doloso e qualificado, com uma pena que pode pode ir de 12 a 30 anos. De acordo com as investigações da Polícia, o atropelamento teria ocorrido no acostamento da via, em uma manobra ilegal de ultrapassagem pela direita, com  velocidade acima da permitida para o trânsito local.

 

As testemunhas do acidente dizem que, após a colisão, o condutor do veículo não diminuiu a velocidade, retornando para a pista e fugindo em direção à BR 101 sem prestar socorro à vítima. O autor alegou ter ficado com medo de um possível linchamento, mas a versão descartada pela Polícia.

Ainda de acordo com a análise policial, foram analisadas imagens de câmeras de segurança que demonstraram direção agressiva do condutor desde o bairro Mar Grosso até o local do acidente. Em um dos trechos do vídeo o veículo TUCSON chega a “rampar” em um dos cruzamentos de ruas. Em outra imagem, já na mesma avenida onde ocorreu o atropelamento, foi verificado que o veículo, por pouco, não atropelou outro ciclista, minutos antes do atropelamento que matou a vítima, conhecido como Tita.
O Inquérito Policial, já concluído, foi encaminhado ao Ministério Público, órgão que, por meio da 1ª Promotoria, ofereceu denúncia pelo mesmo crime.

 

 

 

Você também pode gostar