Morre Bruno Covas, prefeito de São Paulo, aos 41 anos

Morreu na manhã deste domingo, dia 16, o prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB). Ele lutava desde 2019 contra um câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado.

Bruno Covas estava internado no Hospital Sírio-Libanês, no Centro da capital paulista, desde 2 de maio. Nessa sexta-feira, dia 14, ele apresentou piora no quadro de saúde e a equipe médica informou que o seu quadro era irreversível.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Trajetória política

Bruno Covas era advogado formado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco, da Universidade de São Paulo, e economista pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Em 2006, com apenas 26 anos, foi deputado estadual. Quatro anos depois, foi reeleito. Entre 2007 e 2011, Covas também ocupou a presidência nacional da Juventude do PSDB. No início de 2011, Bruno Covas foi nomeado secretário estadual de Meio Ambiente pelo governador recém-eleito, Geraldo Alckmin (PSDB). Ele ficou no cargo até 2014, quando foi eleito deputado federal.

Em 2016, Covas assumiu a vice-prefeitura de São Paulo. Em 2018, com a decisão de Doria concorrer ao governo estadual, cargo ao qual foi eleito, Covas assumiu a prefeitura até o fim de 2020. No ano passado, concorreu à prefeitura de São Paulo com Ricardo Nunes como vice e foi ao segundo turno com Guilherme Boulos, do Psol. Em 29 de novembro, foi reeleito com 59,38% dos votos válidos na capital paulista

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.