Morre aos 88 anos, ex-senador Jaison Barreto

O ex-senador da República, Jaison Tupy Barreto (PSDB), morreu na noite de ontem, 26, em Balneário Camboriú, onde residia. Barreto, 88 anos, era natural de Laguna e teria sido vítima de insuficiência cardíaca.

Deputado federal por duas vezes e, na eleição para o segundo mandato, em 1974, foi o candidato mais votado em Santa Catarina. Também foi senador, integrante da bancada do MDB. No ano de 1982 disputou uma das mais acirradas eleições para o governo do Estado. Concorrendo pelo então PMDB, perdeu a eleição para Espiridião Amin (então no PDS), por 12.650 votos.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Deixou o PMDB em 1986 e se candidatou pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) para a vaga de deputado federal, foi o mais votado do partido com 23,6 mil votos, que não foram suficientes para lhe credenciar à cadeira na Câmara. Foi a última eleição que disputou.

Também foi filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e entre 1999 e 2002, integrou o conselho administrativo da Celesc e foi vice-presidente da SC Seguros e Previdência S.A. Apesar de não participar mais das disputas eleitorais, continuava a influenciar e integrar os debates políticos.

Foi casado com Astrid Renaux Barreto, com quem teve dois filhos. O corpo de Jaison Tupy Barreto será cremado em cerimônia reservada à família, nesta segunda-feira, 27.

A Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina ( Alesc) manifestou pesar pelo falecimento do ex-senador Jaison Barreto.

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.