Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, anuncia demissão

Ainda não há informações sobre as razões que levaram o ministro a deixar o cargo

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, comunicou nesta segunda-feira, 29, que deixará o cargo no governo do presidente Jair Bolsonaro. Ainda não há informações sobre as razões que levaram o ministro a deixar o cargo. Houve uma reunião no início da tarde entre Azevedo e Silva e Bolsonaro no Palácio do Planalto.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Em nota oficial, ressaltou que, no período de dois anos em que esteve no cargo, preservou as “Forças Armadas como instituição de Estado”.

General de Exército da reserva desde 2018, Azevedo e Silva foi assessor do ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli, na época presidente da Corte, antes de assumir o ministério.

 

 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.