Mês do meio ambiente: mais de 80 espécies de animais integram a fauna da trilha do Parque Ecológico

Preservar o meio ambiente é fundamental para manter a saúde do planeta e de todos os seres vivos. Pensando nisso, a Fundação do Meio Ambiente de Criciúma reinaugurou a trilha do Parque Ecológico Municipal José Milanese, localizada no horto municipal.

Para o trabalho ficar completo, a Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) junto à Famcri, realizou a catalogação e identificação da fauna e flora presentes na trilha. “Encontramos mais de 80 espécies de animais. Nessa catalogação envolvemos 12 alunos da graduação e pós-graduação que, com essa parceria, conseguiram conhecer na prática um pouco mais desse meio, trazendo o que eles aprendem em sala de aula para a prática”, informou a professora do curso de Ciências Biológicas, Mainara Figueiredo.

Além da trilha os alunos também tiveram a oportunidade de fazer o plantio de mudas de Aroeira. Também teve palestra sobre os animais presentes na trilha e um piquenique com brincadeiras no gramado.

De acordo com a presidente da Famcri, Anequésselen Bitencourt Fortunato, a preservação tem sido a palavra-chave que motivou o mês do meio ambiente. “Preservar o meio ambiente é um ato importante não só para a humanidade, mas para todos os seres que habitam a Terra. Afinal, é nele que estão os recursos naturais necessários para a sua sobrevivência, como água, alimentos e matérias-primas. Sem esses recursos, todas as formas de vida do planeta poderão acabar”, alerta.

Programação de atividades:

Segunda-feira (18)

9h – Atividades realizadas no Parque Morro do Céu (sede Famcri) com a reinauguração/reativação do meliponário, implantação da composteira e minhocário pela Epagri. Apresentação do projeto Aromas na Escola, plantio de mudas nativas, limpeza do parque.

Quinta-feira (21)

9h – Colocação das ilhas filtrantes nos rios de Criciúma com estudantes do Cedup.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.