Memórias da dança embalam festival

Mais de 80 bailarinos sobem ao palco do Teatro Elias Angeloni no dia 11 de novembro (domingo) para o 23º Espetáculo de Dança Viviane Candiotto. Com o tema “Memórias do corpo que dança” o evento fará um passeio pelos estilos de dança permitidos em diferentes épocas. O início está marcado para as 18h.

Danças sacras populares, balé clássico, danças contemporâneas e urbanas, sapateado e dança de salão estão entre os estilos que serão mostrados. Além das apresentações dos alunos da escola o festival terá participações especiais de profissionais já conhecidos no meio artístico. A Cia. de Dança da Unesc, a pianista Neuza Candiotto, de Porto Alegre, e o cantor de tango Luís Felipe Severo, de Criciúma, estão confirmados.

Como a dança une todas as idades, bailarinos de 03 a 75 anos integrarão o espetáculo, possibilitando aos convidados acompanhar o desempenho dos dançarinos desde o balé infantil até o grupo de dança da terceira idade da Afasc.  “Após todos estes anos trabalhando e pesquisando a linguagem da dança sentimos a necessidade de apresentar um panorama cultural e histórico sobre o corpo que dança”, explica a coreógrafa Viviane Candiotto. “Tentaremos relacionar o modo de entender o corpo com o modo de entender a dança em suas diferentes épocas. Assim, através das memórias, lembranças e contextos históricos traremos coreografias que identifiquem nossa compreensão de indivíduos pertencentes a uma sociedade”, complementa ela.

A cada edição o espetáculo promove ainda uma ação solidária. O público está sendo convidado a doar um quilo de alimento não perecível e, desta vez, duas entidades serão beneficiadas. “Escolhemos a Casa Guido e Associação Nossa Casa por serem associações que realizam trabalhos fundamentais para o bem estar de muitas pessoas. É gratificante poder colaborar com projetos tão positivos e que transformam a realidade dos que são atendidos por eles, comenta o professor de dança Anderson Felisberto Cristiano.

Interessados poderão adquirir antecipadamente os ingressos na sede da escola de Dança Viviane Candiotto, localizada na rua Araranguá, em Criciúma, das 8h às 12h e das 14h às 21h. No primeiro lote o Ingresso Solidário, com a doação do quilo de alimento, custará R$ 20,00. No dia do evento os valores serão R$ 30,00 para o Ingresso Solidário e R$ 40,00 sem a doação.

#dança, #Festival, #viviane candiotto, teatro