Mãe luta para descobrir qual doença possui seu filho

A dona de casa, Giselia Adriano Luciano, de 51 anos, faz uma campanha na tentativa de arrecadar dinheiro para poder realizar a cirurgia de seu filho, Leonardo de 19 anos de idade, que sofre de uma doença que ainda não foi diagnosticada.

O tratamento consiste em consultas e, diversas especialidades, endocrinologista, nefrologista, urologista e outros médicos, além de medicamentos. “Já fizemos várias consultas pelo Sus, mas agora pela urgência tem que ser particular. Precisamos descobrir o que está causando a insuficiência renal, além de outros problemas. A princípio, pela síndrome na cadeira de rodas ele sobrevive. Mas sem os rins, não. ”, diz Giselia.

Resolvendo esta situação, a família ainda vai precisar de mais dinheiro, em torno de R$3 mil, para custear um outro exame, segundo Giselia, mais específico na tentativa de descobrir qual a síndrome Leonardo possui.

Até os cinco anos ele se locomovia

A história de Leonardo teve início, devido a complicações na gestação, ele nasceu de oitos meses, teve hipotonia (que é a diminuição do tônus muscular e da força), mas segundo a mãe, até os cinco anos de idade, fazendo fisioterapia o garoto conseguia se locomover.

“Mas ele pouco falava. Levamos ao médico e o resultado da ressonância, detectou que ele possui as características da síndrome de Prader-Willi. Só que outros exames já foram feitos e deram negativos com relação a esse diagnóstico. Por fim, não sei qual doença meu filho possui para que possamos buscar o tratamento, mas antes precisamos tratar de outras situações que esta síndrome acomete”, desabafa.

Giselia, largou o serviço para cuidar do filho e conforme ela, o salário do marido não suporta todas a despesas. “Fiz uma campanha via internet e agora as rifas. Espero que as pessoas comprem e me ajudem. Preciso ajudar meu anjo”, fala em tom de esperança.

 

#ajuda, #doença genética, #Gisele Adriano Luciano, #Prader-Willi, #rifa, campanha, home_destaque