Lojas quase vazias nesta segunda-feira de Carnaval

Vitrines ainda trazem promoções para atrair consumidores, mas o movimento nos estabelecimentos comerciais de Criciúma é considerado fraco nesta segunda –feira, 15. As lojas abriram suas portas as 9 horas e seguem até as 18h30. Amanhã, 16, também estarão abertas.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Sem festividades por conta da pandemia do coronavírus, o governo do Estado e o governo municipal, anunciaram que não haverá ponto facultativo por parte dos serviços públicos no âmbito estadual nos dias de Carnaval deste ano e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma, também aderiu ao decreto.

“Como não terá Carnaval e os serviços públicos municipais de Criciúma estarão funcionando normalmente, o comércio também estará aberto”, disse o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma, Tiago Marangoni.

Proprietária de uma loja de roupas, Rosane Conti Benedet, conta que na segunda-feira de carnaval já é comum abrir seu estabelecimento, mas na terça-feira será a primeira vez. Para ela, como o comércio varejista teve muitas perdas durante a pandemia, vale a pena abrir, mas diz que o movimento nesta segunda-feira está ruim. “A atitude de abrir na segunda e terça-feira é louvável, afinal, precisamos vender, mas o movimento está fraco. Janeiro também já não tivemos boas vendas. O ano de 2020 foi muito ruim para o comércio de roupas”, lamenta.

FCDL/SC aponta que 54% das lojas terão expediente normal na data

Levantamento realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) mostra que a maioria do comércio do estado abrirá nos dias de carnaval. No comércio, segundo o levantamento da FCDL/SC, em 53,76% das lojas haverá expediente normal nos dois dias. Em 17,71% dos casos, os estabelecimentos estarão fechados nos dois dias. A pesquisa foi realizada com 5974 empresários de 131 municípios catarinenses.

” O Carnaval não é feriado oficial e a decisão de abrir ou fechar o comércio é uma prerrogativa dos municípios, em conjunto com os Sindicatos do Varejo e órgãos públicos municipais e foi oficializada. Em anos com festividades na data, como os desfiles oficiais e os blocos de rua, muitas empresas e o Governo do Estado concediam ponto facultativo”, finaliza o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC), Ivan Roberto Tauffer.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.