Letícia Zanini – Romantizando Propósito!

A romantização de algumas palavras, na minha opinião, gera frustração. “É preciso recursos para patrocinar o propósito” frase da cliente e amiga Karina Colombo, gerente de Desenvolvimento Regional Sicredi Sul SC, que traduz minha preocupação com a romantização de propósito.

E é claro, que como Psicóloga, Mentora e Educadora Executiva, penso que é muito válido buscar, validar e reconhecer nosso propósito, mas, é preciso ir além disso.

Essa busca voraz pelo propósito me parece mais uma sacada comercial se olharmos a forma como é “vendido”, assim como a felicidade, liderança e a gratidão.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Não é caça ao tesouro do tipo, descobri meu propósito e minha vida mudou. É um caminho, às vezes longo, e que passa por essa descoberta. Mas é preciso recursos para patrocinar o propósito, recursos financeiros, internos e humanos.

Resultado, performance e desempenho passam pela descoberta do propósito após isso, existe uma longa estrada de investimento em seu projeto.

E é exatamente aqui que a frustração acontece! Descobri meu propósito, tipo “Eureka” e agora, faço o que com isso?

Não romantize seu propósito, nem a descoberta, muito menos seu desenvolvimento.

Quando eu trabalho propósito, eu começo utilizando um caminho que passa pela descoberta de talentos, valorização dos mesmos e direcionamento para resultados (lembra que é preciso recurso para viver o sonho)

E e possível sim, lucrar com propósito.

É preciso começo, meio, e… continuidade – às vezes, não tem fim.

E você, o que pensa sobre o tema?

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.