Leiga da Paróquia de São João do Sul participará de visita do Papa ao Chile

“Vou até vocês como peregrino da alegria do Evangelho, para compartilhar com todos a paz do Senhor e confirmá-los numa única esperança”, disse o Papa Francisco que, nesta segunda-feira, 15, dará início à 22ª Viagem Apostólica Internacional de seu pontificado, visitando inicialmente o Chile e depois o Peru. A sexta viagem do Santo Padre à América Latina termina no dia 22, quando ele retorna a cidade do Vaticano.

“Desejo encontrar-me com vocês, olhá-los nos olhos, ver seus rostos e, em meio a todos, sentir a proximidade de Deus, sua ternura e misericórdia que nos abraça e consola”, declarou o Papa que, em sua mensagem de vídeo enviada aos povos dos dois países, falou da fé do amor aos irmãos descartados pela sociedade: “Quero ser partícipe de suas alegrias, tristezas, dificuldades e esperanças, e dizer-lhes que não estão sós, que o Papa está com vocês, que a Igreja inteira os acolhe e os guarda”.

Da Diocese de Criciúma, a leiga Zaida Leffa realizará um sonho, ao participar da visita na cidade de Santiago, no Chile, onde seu filho mais velho reside há mais de 11 anos. Zaida sonhava, em 2013, participar da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro (RJ), mas por conta da hospitalização de seu esposo, acometido, na época, por um AVC, os planos de ver o Papa de perto foram adiados.

“Meu filho sabia dessa frustração que eu tinha de não poder ter visto o Papa quando veio ao Brasil e, assim que soube que o Papa iria para o Chile, providenciou minha viagem e o ingresso para participar da missa. Viajo ansiosa para ver o Santo Padre, para pedir uma bênção para a nossa Diocese, para a nossa paróquia e para a minha comunidade. O Papa representa meu norte, é uma bússola que indica o caminho para onde eu seguir. Eu o sigo muito. Concordo muito com tudo e tento viver o que ele diz. Ele é um dos maiores líderes dos últimos tempos que conheci dentro de nossa Igreja. Sua linguagem é simples; fala de uma forma que nos faz entender o que ele quer, os objetivos a que quer chegar, é muito claro, transparente. Esse amor que ele tem pelos menos favorecidos, pelas crianças, pelos doentes, especiais que ele encontra no caminho: a gente vê esse carinho e isso atrai todo mundo e nos mostra quem ele é”, enaltece a leiga.

Zaida, que já exerceu diversos serviços e ministérios na Igreja, é natural de Torres (RS) e atualmente reside na comunidade Rosa do Mar, em Passo de Torres (SC), onde é ministra das Exéquias e da Palavra, além de coordenadora da Pastoral do Dízimo na Paróquia São João Batista, que atende os municípios de Passo de Torres e São João do Sul, no extremo Sul do Estado.

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.