Julio Garcia segue em prisão domiciliar e impedido de voltar a Alesc

Juíza manteve prisão preventiva e medidas cautelares contra o parlamentar

Até nova votação na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), deputado Julio Garcia segue em prisão domiciliar e impedido de voltar a assembleia. A juíza Janaína Cassol Machado acatou a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que deu poder à Alesc para revogar tanto a prisão quanto o afastamento de Garcia do cargo legislativo.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Para que Julio Garcia esteja livre da prisão domiciliar e possa voltar a exercer as atividades como deputado estadual, será necessária uma nova votação. Caso o resultado no Legislativo seja favorável, como foi na primeira votação, o deputado estará livre e poderá voltar ao cargo, caso contrário, seguem os impedimentos impostos pela magistrada após a deflagração da segunda fase da Operação Alcatraz.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.