Governador recebe alta

O governador Raimundo Colombo recebeu alta do Hospital Baía Sul as 10h13min. A recomendação médica é de repouso nos próximos dias. A alta foi definida pela médica Renata Bolan, que fez a internação do governador no último sábado.

O governador estava internado no Hospital Baía Sul desde a noite de sábado, 29. A participação de Colombo em atos oficiais ainda está suspensa nos próximos dias. O secretariado irá representar o governador nas atividades de rotina do Governo do Estado.

“Ele está muito bem. As dores diminuíram significativamente, e ele apresenta sinais favoráveis. A pressão arterial está mantida, assim como a frequência cardíaca é estável. Este tipo patologia requer uma internação de 48h a 72h, quando não há complicações, como é o caso do governador. Então vamos cumprir o protocolo”, informou o cardiologista Felipe Simão, durante coletiva na manhã de ontem.

O médico disse ainda que, ao chegar no hospital, Raimundo Colombo foi submetido a uma tomografia para verificar as causas da dor abdominal. Ele também fez exames de laboratórios para saber se houve comprometimento de algum outro órgão ou infecções, além de eletrocardiograma.

O diretor executivo do hospital, o cardiologista Sérgio Marcondes Brincas, explicou que diverticulite é um problema que se desenvolve ao longo da idade. Conforme ele, são bolsas que se formam ao redor do intestino e, por vezes, obstruem ou inflamam, podendo levar a uma perfuração.

“A evolução da doença em si é semelhante a de uma apendicite, a diferença é que a apendicite se trata cirurgicamente, enquanto a diverticulite se trata clinicamente, a menos que haja uma complicação mais grave, o que não é o caso do governador. Ele chegou com um processo inflamatório inicial que não necessitou de cirurgia. O governador está sendo tratado com antibióticos, restrição alimentar e repouso. A evolução dele é boa”, relatou o diretor.

As recomendações a partir de agora, segundo os médicos, são hábitos saudáveis na alimentação, exercício físico e peso adequado. “No caso do governador, nessa mudança de estilo de vida, é fundamental cuidar da alimentação, pois esses divertículos precisam de alimentação adequada para que não se contaminem e não inflamem outra vez. É preciso muito líquido e fibras. Nossa orientação para o governador é que ele fique pelo menos até o final de semana de repouso”, alertou Simão.

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.