Gilmar Mendes nega liminar e deputado do Sul permanece no cargo

Uma decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), confirma a permanência do deputado Ricardo Guidi (PSD) no Congresso Nacional. Isto porque foi negado o pedido de liminar para a diplomação e posse de João Rodrigues, do mesmo partido.

Como Rodrigues alcançou maior votação que o criciumense, nas eleições de outubro de 2018, uma decisão favorável ao ex-deputado o colocaria na Câmara, tirando Guidi da função em Brasília.

O ex-parlamentar foi impedido de tomar posse devido a uma condenação referente ao período em que era prefeito de Pinhalzinho, por supostas irregularidades na compra de uma escavadeira. Ele nega as acusações.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.