Anúncio

Gabinete itinerante e defesa de idosos serão prioridades de Tati Teixeira na Alesc

A criciumense Thatianne Teixeira (MDB), assumiu uma cadeira no Parlamento catarinense e promete conduzir sua rotina de maneira semelhante à sua atuação como vereadora. “Sempre trabalhei com gabinete itinerante, indo pra os bairros e comunidades. Como deputada também vou dar continuidade a essa forma de trabalho, porém com uma perspectiva diferente”, comentou.

Entre as ações que pretende defender na Assembleia, a deputada destacou medidas para a defesa da pessoa idosa. “Pensando no futuro e no envelhecimento precisamos desde já adotar ações que possam contribuir para qualidade de vida de cada cidadão”.

Anúncio

O ato de posse foi realizado na tarde de ontem, 4, no gabinete da presidência da Assembleia Legislativa. Na condição de quarta suplente da coligação Santa Catarina Pode Mais (PR-PRTB-PTB-PTC-PPS-Avante-DC), a parlamentar vai ocupar a vaga do deputado Maurício Eskudlark (PL), licenciado para tratar de assuntos particulares por trinta dias.

Na sua estreia como deputada estadual Tati Teixeira pontuou que o diálogo será sua maior ferramenta para conduzir os trabalhos no Legislativo. “Acredito que através do mandato de deputada, nós parlamentares podemos contribuir muito para a qualidade de vida dos catarinenses”, frisou.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Ao conduzir o ato de posse o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Julio Garcia (PSD), destacou a importância da mulher na política. “Para Assembleia é uma honra receber a deputada Tati Teixeira. Sua forma de trabalhar e seu espírito público só tem a contribui para o Legislativo”.

Já o deputado Maurício Eskudlark (PL) destacou a importância do rodizio com os deputados suplentes. “Já tive essa oportunidade de assumir como suplente e sei o quanto é importante. Períodos como esse que a Tati vai vivenciar no Legislativo nos faz ter mais vontade de participar cada vez mais da política”.

Trajetória política

O inicio de sua carreira política foi em 2008 sendo eleita vereadora de Criciúma pelo PSDB aos 29 anos, com 2.145 votos. Já em 2010 concorreu a deputada estadual, novamente pelo PSDB, e conseguiu 15.146 votos, mas não se elegeu.

Dois anos mais tarde se reelegeu na Câmara Municipal de Criciúma, já pelo PSD, com 2.903 votos, sendo a terceira mais votada. Tati tentou ser vice-prefeita em 2016 na chapa com Cleiton Salvaro, mas a chapa acabou desistindo de concorrer. Pelo PPS a criciumense concorreu à deputada em 2018 e alcançou 11.256 votos.

Na Câmara de Vereadores de Criciúma em 2014, Tati, na condição de presidente do Parlamento municipal, teve a oportunidade de assumir como prefeita interina de Criciúma. Agora, como deputada estadual, a parlamentar passa a integrar a bancada feminina da Assembleia e o bloco de deputados representantes da região Sul no Legislativo estadual, hoje a maior bancada representativa de uma região, com nove deputados.

O ato de posse ocorreu respeitando-se as medidas adotadas para prevenção contra o Covid-19, as máscaras foram retiradas apenas para o registro fotográfico.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.