Gabinete de Gestão Integrada une forças na prevenção e combate à criminalidade

Prevendo colocar em prática as ações do Plano de Segurança Municipal, a Secretaria de Assistência Social e Habitação de Criciúma, vem realizando uma série de encontros com lideranças de entidades do município, além de diversas instituições, governamentais e não governamentais, formando o Gabinete de Gestão Integrada do Município (GGI-M).

O plano de ações foi elaborado durante o ano de 2017, sob a coordenação do coronel Valter Cimolin, com a colaboração de entidades municipais. A partir dele foram estabelecidos nove compromissos e 52 ações, que passam a ser colocadas em prática a partir deste ano.

Entre os compromissos do GGI-M estão: intensificar a fiscalização, implementar políticas públicas, proporcionar assistência à mulher vítima de violência, reduzir a violência nas escolas, difundir uma cultura de paz, fortalecer os conselhos de segurança, melhorar a infraestrutura nas áreas de maior vulnerabilidade social, criar e apoiar estratégias para a ressocialização dos indivíduos que cumprem penas privativas de liberdade e egressos do sistema prisional, e promover estudos, pesquisas e indicadores sobre a violência.

“Verificamos serem essas as maiores necessidades de um município do nosso porte. Já estamos colocando em prática algumas das 52 ações pretendidas, como a criação da Rede de Proteção à Mulher Vítima de Violência, por parte do 9º Batalhão da Polícia Militar, e fiscalizações em estabelecimentos como bares e restaurantes, por parte do 4º Batalhão de Bombeiro Militar”, ressalta o secretário de Assistência Social e Habitação, Paulo César Bitencourt.

O Gabinete de Gestão Integrada é um órgão criado a partir do decreto nº 1.305/2015, que tem como atribuições, propor ações integradas de fiscalização e segurança urbana, além de promover o trabalho compartilhado entre diversos setores responsáveis pela prevenção e controle da criminalidade no município.

“A participação de forma assídua e contributiva dos representantes dos órgãos e instituições que compõem o GGI-M, tem sido decisiva para que o plano, primeiramente, fosse criado e agora saia do papel com ações práticas de curto, médio e longo prazo, proporcionando segurança e combate à criminalidade em nossa cidade”, comentou o secretário.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.