Fulbright Brasil abre seleção de estudantes brasileiros para intercâmbio nos EUA

As bolsas de estudo são para recém-formados; vagas são para diferentes universidades

Mais de 100 bolsas de estudo em cursos no exterior estão sendo ofertadas para brasileiros recém-formados em Letras, além de roteiristas, estudantes de doutorado, professores universitários e pesquisadores. A oportunidade está sendo oferecida pelo Fulbright Brasil. As vagas são para 11 programas diferentes nas melhores universidades dos Estados Unidos.

As inscrições estarão liberadas até 1 de agosto de 2021, através do site da Fulbright Brasil. As bolsas cobrem seguro-saúde, despesas de passagem aérea, manutenção nos EUA, visto J1, entre outros. Os benefícios serão concedidos no âmbito do Programa de Intercâmbio Educacional e Cultural do governo dos Estados Unidos e tem o objetivo de ampliar o entendimento entre a sociedade norte-americana e as de outros países.

Os interessados podem tirar dúvidas através de lives transmitidas no canal da Fulbright no YouTube. Além disso, elas são realizadas todas as quartas-feiras de junho, e também vão ter Fulbrighters que vão dar dicas e contar mais da experiência de estudar nos EUA com bolsa de estudo integral.

Confira, abaixo, os programas oferecidos:

Bolsa para ensinar português: o Foreign Language Teaching Assistant (FLTA) oferece até 20 bolsas de nove meses de duração para brasileiros ensinarem português nos EUA. Os selecionados são alocados em universidades norte-americanas, onde auxiliam no ensino do idioma e frequentam cursos sobre a cultura e história dos EUA, além de outras disciplinas de interesse dos FLTAs.

Doutorado sanduíche: estudantes de doutorado brasileiros em todas as áreas do conhecimento podem se candidatar a uma das 40 bolsas de nove meses de duração com início em agosto/setembro de 2022 e término em abril/maio do ano seguinte.

Professor/ pesquisador júnior: o programa oferece até 20 bolsas destinadas a jovens doutores, ativos no ensino de pós-graduação/graduação, em qualquer área do conhecimento, que possuam vínculo permanente com Instituições de Ensino Superior e/ou de pesquisa brasileiras. O programa tem duração de três ou quatro meses.

Professor /pesquisador: professores e pesquisadores de todas as disciplinas, com mais de sete anos após o doutorado, podem-se candidatar a 20 bolsas de três ou quatro meses de duração para realizar pesquisas e/ou ministrar palestras em instituições de ensino superior ou centros de pesquisa nos Estados Unidos. O candidato deve apresentar carta de aceite da instituição anfitriã nos EUA.

Cátedra na Emory University: voltada para um professor/pesquisador para realizar pesquisa, cursos e ocasionalmente ministrar palestras e seminários para estudantes de pós-graduação na Emory University, Atlanta. As atividades devem ser relacionadas a áreas como humanidades; ciência; ciências sociais; artes, direito; biomedicina; saúde pública; enfermagem e administração.

Cátedra em Estudos Brasileiros na Universidade de Massachusetts Amherst: para professores e pesquisadores com comprovada experiência nas áreas de relações raciais, estudos feministas/de gênero, movimentos sociais, políticas sociais, linguística e/ou antropologia cultural, ideologia de linguagem, sociologia política, economia política, história, estudos culturais e/ou comunicação. O selecionado deverá lecionar uma disciplina para pós-graduação, na sua área de especialidade.

Cátedra em Saúde Global na University of New Jersey, Rutgers: oportunidade de ensino e pesquisa na área de saúde global para professores e pesquisadores brasileiros.

Cátedra em Artes na Universidade de Indiana, Bloomington: oportunidade para artistas e pesquisadores realizarem performances, pesquisas ou ministrarem cursos.

Cátedra em Saúde Pública na University of California, San Diego: oportunidade para professores e pesquisadores da área de saúde pública realizarem pesquisa e ministrarem aulas.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.