Fiesc manifesta apoio às ações do Governo do Estado para minimizar impacto aos catarinenses

Na manhã desta quarta-feira, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Glauco José Côrte, apoiou as ações do governo de Santa Catarina para minimizar o impacto à população pela paralisação dos caminhoneiros. O presidente da Fiesc reuniu-se com o governador Eduardo Pinho Moreira no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd), onde o comitê de crise trabalha desde a noite do último dia 22.

“Desde o início acompanhamos as medidas que o governo vem tomando e posso dizer que as entidades apoiam as ações realizadas no sentido de proteger as famílias, os catarinenses, restabelecer a ordem para que o setor produtivo posso voltar a operar normalmente, gerando emprego receitas e contribuindo para a da paz social no Estado”, afirmou.

Apoio

Glauco salientou que desde o início a Fiesc se posicionou a favor do setor industrial. “Significa que não aceitávamos a greve em relação à sua repercussão pelos demais setores da sociedade, prejudicando a competitividade, a economia catarinense, dificultando a recuperação do setor que já vinha com dificuldades de crescimento. Portanto, as medidas que o Governo vem tomando no sentido de restabelecer a ordem e assegurar o funcionamento do setor produtivo são sempre bem-vindas e apoiadas”.

“Esperamos que com as novas decisões tomadas pelo governador Eduardo Pinho Moreira a ordem seja restabelecida e que, assim como o setor produtivo, o setor público possa voltar a trabalhar normalmente”, completou Glauco José Côrte.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.