Estímulo ao estudo da matemática

Esta quarta-feira, foi diferente para quase 16 mil estudantes da região que participaram da quinta edição do Prêmio Acic de Matemática. A primeira fase do concurso foi realizada em mais de 100 escolas que atuam nos cinco últimos anos do Ensino Fundamental das cidades de Criciúma, Siderópolis, Içara, Cocal do Sul e Nova Veneza.

Com 20 questões de múltipla escolha, o nível de dificuldade da prova dividiu a opinião dos alunos. Para Mateus Souza Benincá, de 15 anos, do nono ano, do Colégio Satc, a avaliação foi realizada sem grandes dificuldades. “Consegui concluir todas as questões com muita tranquilidade. Já participei de todas as edições do Prêmio de Matemática e, com certeza, isso tem me ajudado muito a gostar e a me interessar ainda mais pela disciplina. O prêmio tem sido uma grande oportunidade de valorizar os bons alunos da região”, diz Benincá, que é tricampeão do prêmio.

Já o seu colega, Arthur Citadin, de 13 anos, do sétimo ano, considerou algumas questões com um grau de dificuldade mais elevado. “As questões lógicas consegui resolver com mais facilidade, as outras nem tanto. Espero conseguir passar para a próxima fase”, destaca.

A estudante Isadora Floriano, do nono ano, do Bairro da Juventude, conta que a Matemática não está entre as suas disciplinas preferidas, mas que o prêmio tem ajudado a mudar essa preferência. “Tenho participado todos os anos das provas e sempre quando chega o dia da prova fico um pouco nervosa, mas consigo contornar. Mesmo não gostando tanto de Matemática sinto que o prêmio tem me ajudado muito”, revela.

Conforme o professor Lucas Spillere, membro da equipe técnica conveniada do prêmio, a prova envolveu questões de conteúdo, criatividade e lógica. “Para a elaboração da prova seguimos o modelo das questões do INEP por meio da Prova Brasil. O intuito é antecipar o conteúdo da avaliação nacional para que as escolas possam trabalhar com os estudantes os pontos fragilizados que vierem a surgir e prepará-los para a Prova Brasil, elevando assim o nosso IDEB”, explica.

Avaliando o desempenho

A coordenadora dos ensinos Infantil e Fundamental da Satc, Mafalda Rosso Izidoro, observa a importância deste tipo de ação educacional junto aos estudantes. “É uma grande oportunidade para os alunos e também para nós educadores de avaliarmos o nosso desempenho. Procuramos estimular os professores para que incentivem e desafiem o aluno para o prêmio, no intuito de mostrar a importância da Matemática. Como um estímulo a mais bonificamos os estudantes com o melhor desempenho na prova com dois pontos na disciplina”, coloca.

Na Escola Estadual São Cristóvão o prêmio também tem feito a diferença no dia a dia do ensino. “Buscamos mostrar ao aluno a importância de participar das provas e avaliamos que a cada ano a empolgação e o interesse aumentam. Os professores ainda trazem simulados para a sala de aula como uma forma de preparação”, ressalta a diretora Claudinéia Nazário da Silva.

Segunda etapa ocorre em setembro

Os alunos que atingirem a média estabelecida estarão classificados para a segunda etapa da premiação, que será realizada no dia 25 de setembro, na sede da Acic, e os premiados serão revelados no dia 18 de outubro, com evento de premiação marcado para 23 de novembro.

“Neste ano o Prêmio Acic de Matemática concluirá o primeiro ciclo do projeto com a inclusão dos estudantes dos nonos anos do Ensino Fundamental e consolida os objetivos permitindo avaliar a evolução do desempenho na aprendizagem de Matemática no período de cinco anos”, ressalta a coordenadora de Projetos de Educação da Acic, Rose Reynaud.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.