Entidades unem forças para combater a violência contra a mulher

Repasse para seus amigos utilizando os links abaixo

Quem passou pelo hall do Auditório Jayme Zanatta, na Associação Empresarial de Criciúma (Acic) ficou sabendo que nos últimos cinco meses Santa Catarina registrou 10.263 ameaças a mulheres, além de 5,4 mil lesões corporais dolosas e 10 estupros por dia. É para diminuir esses dados que a Comissão da Mulher Advogada da OAB Criciúma decidiu promover a primeira Jornada de Enfrentamento da Violência Contra a Mulher, uma união de forças entre entidades e sociedade.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

O Brasil é o quinto país do mundo no ranking da violência contra o público feminino. Mais um índice debatido no evento que iniciou na noite de quinta-feira e que segue durante esta sexta à tarde e à noite.

“Infelizmente, nós ainda temos que falar muito sobre esse assunto. O nosso país é o quinto no mundo em violência contra a mulher, então, essa é uma briga na qual nós temos sim que meter a colher”, disse Luciane Mortari Zechini, secretária geral-adjunta da OAB Santa Catarina, primeira palestrante da jornada.

Além dos profissionais da advocacia, a jornada também abrangeu palestras de convidados de outras áreas, como delegados da Polícia Civil, oficiais da Polícia Militar e representantes de grupos de defesa dos direitos das mulheres. Na plateia, um público diversificado contribuiu com ideias e experiências sobre o tema.

“Esse não é um evento técnico para a advocacia, é uma jornada aberta a toda a sociedade e que mostra que a OAB está muito além de seus muros. Eu parabenizo a Comissão da Mulher Advogada, que trabalhou incansavelmente nas últimas semanas, porque nós temos que promover esse tipo de encontro e buscar soluções para que possamos sair dessa posição vergonhosa de quinto país no ranking da violência contra a mulher”, pontuou o presidente da OAB Criciúma, Rafael Búrigo Serafim.

Repasse para seus amigos utilizando os links abaixo

#Criciúma, #violência, Violência contra a mulher

Repasse para seus amigos utilizando os links abaixo
Repasse para seus amigos utilizando os links abaixo