Notícias de Criciúma e Região

Enem: inscrições terminam amanhã (21/05)

Estudantes isentos da taxa de inscrição e pagantes precisam fazer a inscrição

Termina neste sábado (21) o prazo para as inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As provas, tanto para a versão impressa quanto para a digital, serão aplicadas nos dias 13 e 20 de novembro. O Enem é a principal porta de entrada para o ensino superior, por meio de bolsas de estudos em faculdades privadas (Prouni), Financiamento Estudantil do Governo (Fies) e vagas em faculdades públicas (Sisu).

No momento da inscrição, o candidato escolhe se quer fazer a prova de língua estrangeira em inglês ou espanhol. Ele escolhe também se quer o exame impresso ou digital e diz se precisa de algum atendimento especial (acessibilidade, por exemplo). O estudante também preenche um questionário socioeconômico, informa se já concluiu o ensino médio e outras informações cadastrais.

Além da preocupação com a rotina de estudos, os estudantes não devem deixar de lado alguns detalhes que podem comprometer a participação na avaliação, como deixar de pagar o boleto de inscrição – para os não isentos. Confira, abaixo, os principais passos da inscrição.

Pagamento do Enem 2022

Para garantir a participação no Enem 2022, os candidatos não isentos devem realizar o pagamento da taxa de inscrição até o dia 27 de maio. Nesta edição, o valor segue o mesmo das últimas, R$ 85, mas com novas formas de pagamento.

Além do tradicional boleto, os estudantes podem optar por quitar via Pix ou cartão de crédito. Ao optar pela primeira opção, será gerado um QR Code ou um código de pagamento automaticamente na Página do Participante. Com o código em mãos, o inscrito pode efetuar o pagamento com aplicativo do banco de preferência,

Já na opção cartão de crédito, será acrescentado o valor de R$ 2, 54, referente à taxa administrativa de 2,99%. Então, quem optar por essa forma pagará o valor final de 87,54, podendo parcelá-lo.

O inscrito pode baixar o boleto quantas vezes quiser na Página do Participante. Ao entrar no site, basta ir até a opção “Pagamentos/Isenção” e clicar em “Baixar seu boleto”. O documento pode ser quitado direto no aplicativo do seu banco, via internet banking, agências bancárias ou em casas lotéricas.

Enem Digital ou Enem Impresso

Os estudantes precisam escolher já na inscrição qual modalidade de prova quer fazer: se a versão impressa ou pelo computador. Após o preenchimento do formulário, não é permitido trocar de opção. Mas qual a diferença entre ambas?

Antes de tudo é preciso destacar que não há uma mudança nas questões, sendo a mesma prova para as duas versões aplicadas no mesmo dia – esse ano será em 13 e 20 de novembro. O que muda mesmo é só o formato. Enquanto um é no papel, outro é na tela. A redação, no entanto, continua manuscrita em ambos os casos. Em ambos os casos, é o próprio Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) que define os locais de prova.

Ou seja, mesmo pelo computador, o estudante tem que ir a uma escola ou universidade responder as questões. Vale lembrar que os computadores não possuem acesso à internet, sendo usado somente o sistema do Enem. No Enem 2022, foram liberadas 101.100 vagas para o Enem Digital, que são preenchidas por ordem de inscrição. Uma vez esgotado o limite por cidade, acaba a chance de participar dessa versão.

Nome social

Pessoas que se identificam e querem ser reconhecidas pela sua identidade de gênero, como participante transexual, travesti ou transgênero, podem fazer a solicitação. O Inep explica que quem já tem o respectivo nome cadastrado na Receita Federal será identificado pelo nome social no momento da inscrição, mas é necessário que essa opção seja confirmada na Página do Participante, entre os dias 23 e 28 de junho.

Quem não possuir o nome social cadastrado na Receita, o Inep orienta ainda que seja feita a solicitação de tratamento após a inscrição, também no período de 23 a 28 de junho, pela Página do Participante. Para esse procedimento, será necessário apresentar uma lista de documentos de comprovação das condições que o motivam: foto atual, nítida, individual, colorida, com fundo branco que enquadre desde a cabeça até os ombros, de rosto inteiro, sem uso de óculos escuros e artigos de chapelaria (boné, chapéu, viseira, gorro ou similares); e cópia digitalizada, frente e verso, de um dos documentos de identificação oficiais com foto, válido.

Atendimento especializado

Quem precisar de atendimento especializado deve fazer também no ato de inscrição, anexando a documentação que comprove a condição. O atendimento especializado inclui recursos para participantes com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, deficit de atenção, transtorno do espectro autista, discalculia, gestante, lactante, idoso e/ou pessoa com outra condição específica.

 

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Você também pode gostar