Em meio à pandemia, PM apresenta números positivos

6ª RPM atuou fortemente contra a propagação do novo coronavírus no Estado

Até o final de agosto de 2021, a 6ª Região de Polícia Militar (6ªRPM), que abrange os 27 municípios da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) e Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc), apresentou números positivos no combate à criminalidade. Mesmo o mundo vivenciando um momento difícil, devido à pandemia, a 6ª RPM atuou fortemente contra a propagação do novo coronavírus no Estado e, também, manteve os esforços direcionados a preservação da ordem pública.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Em 2021, a 6ª RPM teve uma diminuição de 7,66% no número de roubos e, cerca de, 10% na queda dos crimes violentos letais intencionais (CVLI). Com uma forte atuação na prevenção, os policiais militares de toda a 6ª Região realizaram mais de 2.260 visitas preventivas, como parte integrante do Programa Rede Catarina de Proteção à Mulher, conseguindo uma diminuição nos números de ocorrências de Violência Doméstica. Foram feitas nove mil visitas Residencial/Condominial, contribuindo para a preservação da ordem pública.

Já a “Operação Covid-19” foi marcada pela orientação da população e fiscalização das medidas restritivas e de isolamento social neste período. Durante o ano, foram realizadas mais de 45,6 mil fiscalizações de prevenção ao novo coronavírus, representando 18% de todo o Estado de Santa Catarina.

“Nossos policiais militares têm se esforçado ao máximo para levar um serviço de excelência à comunidade. Mesmo sabendo que nos encontramos em tempos de pandemia, o crime não entrou em quarentena e não deixamos de realizar, além da prevenção, uma forte repressão qualificada, sendo que foram presas neste ano cerca de 5.720 pessoas em conflito com a lei”, apontou o Comandante da 6ª Região de Polícia Militar, o Coronel Cristian Dimitri Andrade.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.