Dezembro Laranja

Com a mensagem “Se exponha mas não se queime”, tema da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele este ano, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) alerta para a importância de hábitos simples e cotidianos na prevenção deste tumor. De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), todos os anos surgem mais de 176 mil casos de câncer da pele, o de maior incidência no país. Atenta a esse alto índice, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) desenvolve, desde 2014, o movimento Dezembro Laranja, que tem 2 de dezembro, como o Dia Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele.

Saiba mais

O câncer da pele pode se manifestar como uma pinta ou mancha, geralmente acastanhada ou enegrecida, como também uma ferida que não cicatriza. A regra do ABCDE ajuda na suspeita de uma lesão maligna e sinaliza que um dermatologista deve ser procurado.

A= lesão Assimétrica

B= Bordas irregulares

C= alteração de Cor

D= Diâmetro maior que 6 mm

E= Evolução ou modificação da lesão

A programação inclui uma série de iniciativas de conscientização sobre a prevenção e o diagnóstico precoce da doença, incluindo a importância da fotoproteção para a redução dos riscos. Este ano, a campanha continua durante todo o verão, trazendo diferentes ações na internet, ruas, praias e parques. Entre as iniciativas previstas, estão a divulgação de peças publicitárias na internet. O público interessado poderá divulgar a campanha nas redes sociais, customizando a foto de perfil em suas fanpages. As peças virão marcadas com a hashtag #DezembroLaranja e #ControleoSol.

A recomendação da Sociedade Brasileira de Dermatologia é para as pessoas usarem equipamentos de proteção individual, como chapéus de abas largas, óculos escuros, roupas que cubram boa parte do corpo e protetores solares com fator mínimo de proteção solar (FPS) 15. A hidratação constante também faz parte dessas medidas fotoprotetoras, sem esquecer de evitar os horários de maior insolação, das 10h às 16h.

Além disso, é necessário que as pessoas se examinem com periodicidade e consultem um dermatologista em caso de suspeita. Também é importante que examine seus familiares, pois muitas vezes as manchas aparecem em regiões que não conseguimos ver sozinhos. Ao se expor, é importante que as áreas descobertas estejam protegidas, mesmo em dias frios e nublados. Para saber mais sobre a campanha, acesse www.dezembrolaranja.com.br.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.