Notícias de Criciúma e Região

Cursos de decoração, mestre de obras, confeiteira e garçom são oferecidos de forma gratuita na Região Sul

Iniciativa vai oferecer mais oportunidades aos catarinenses e mão de obra qualificada para empresas

O Governo do Estado lançou nesta segunda-feira, dia 16, o Qualifica SC, com vagas de cursos gratuitos para mais de 5 mil trabalhadores. Coordenada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), a iniciativa vai oferecer mais oportunidades aos catarinenses e mão de obra qualificada para empresas do setor turístico, de serviços, gastronomia, tecnologia e outros, em Santa Catarina.

Com o programa, serão realizados cursos de capacitação para pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade de baixa renda. Atrelado ao Programa Gente Catarina, nesta primeira etapa, serão atendidos os 61 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Santa Catarina, posteriormente, será ampliado para todas as cidades do Estado.

Para o secretário da SDE, Jairo Sartoretto, a capacitação é a chave para a mudança e novas oportunidades. “O mercado de trabalho em Santa Catarina está aquecido, com muitas vagas em aberto e, notamos uma grande necessidade de qualificação profissional. Por isso, o Governo de Santa Catarina proporciona mais de 5 mil vagas de cursos focados na demanda que temos e que irão resultar em mais oportunidades de emprego e fortalecimento da economia”, avalia.

Coordenado pela Diretoria de Empreendedorismo e Competitividade, o programa é feito em parceria com a Diretoria de Emprego e Renda, que coordena o Sine em Santa Catarina. Em uma ação conjunta, o caminhão do QualificaSC irá acompanhar a Caravana do Emprego que percorre as cidades catarinenses. Junto com as oportunidades de emprego, serão oferecidos os cursos de capacitação e serviços para a população.

O coordenador do Programa, Adílio Anísio, explica que as vagas de capacitação serão igualmente distribuídas pelas seis regiões do estado (Sul, Serra, Oeste, Norte e Vale do Itajaí e Grande Florianópolis), podendo ser remanejadas, caso tenha fila de espera em uma região e sobra de vagas em outra. “A prioridade é de acordo com os municípios que demandam mais atenção ao desenvolvimento econômico e que estão relacionados com baixo IDH, mas, a princípio que ocorram demandas em outras regiões e sobras de vagas na cidade prioritária, iremos fazer o remanejamento”, explica.

Os cursos presenciais serão feitos em parceria com a Uniasselvi e os virtuais na modalidade EaD com o Instituto Mix. São diferentes áreas, envolvendo o setor de turismo, eventos, tecnologia, alimentação, beleza, construção civil, idiomas e gestão empresarial. Primeiramente, será na modalidade à distância e, posteriormente, presencial.

Curso de decoração, mestre de obras, confeiteira e garçom são oferecidos de forma gratuita na Região Sul

Você também pode gostar