Criciumense anuncia carro para venda na internet e quase cai em golpe

Interessado se anunciou que compraria carro para a esposa dar em um negócio

O anúncio da venda de um veículo em um dos sites mais populares do Brasil, a OLX, quase trouxe prejuízos a uma moradora de Criciúma. Proprietária de um Renault, ela conta que no mesmo dia em que divulgou, recebeu uma mensagem via WhatsApp de um homem identificado como Edson, interessado em comprar o carro.

 

“O homem me chamou e perguntou sobre a quilometragem, se tinha algum sinistro e passagem por leilão. Ofereci meu carro por R$42.600,00, com base nos valores que eu havia pesquisado estava R$2.900 mil acima da FIP, sendo que em nenhum momento, ele questionou sobre o valor e muito menos tentou negociar um preço melhor. Geralmente é o que as pessoas fazem numa compra, não é? Ele não fez isso e eu nem desconfiei”, diz ela que preferiu não se identificar.

A negociação

Conforme a vítima, Edson, explicou que estava comprando um ponto comercial de um amigo e daria o carro no negócio para sua esposa, ele pediu vídeo, fotos e a cópia do documento do carro para encaminhar ao amigo. “Mandei. Minutos depois, ele retornou dizendo que o amigo havia gostado e com isso, combinamos dele (Edson), ver o carro no outro dia”, conta ela.

Na data e horário combinados, o interessado ligou para a dona do carro, dizendo que não poderia ir, mas que seu amigo no qual venderia o carro estava no local aguardando. “O Edson pediu para eu não comentar sobre o valor que estávamos negociando. O suposto amigo olhou o carro, disse ter gostado do modelo e foi embora. Ele nem perguntou sobre os valores”, conta ela, sendo que algum tempo depois, Edson, entrou em contato e pediu que iniciassem o processo de transferência.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

“Ele agendou para irmos (eu, ele e o seu amigo) ao cartório no final de tarde só que não apareceu. Com isso, ficamos lá, eu e o amigo esperando a transferência do valor para a conta bancária. Nesse meio tempo, o Edson, enviou um comprovante, acredito que falso, onde aparecia que o pix estava em análise e pediu para que eu entregasse as chaves do carro e o recibo para o amigo, garantindo que o dinheiro entraria em breve. Eu disse que somente entregaria o carro quando realmente o valor estivesse na conta, assim mesmo, na boa fé, fui até o guichê e paguei os documentos para a transferência”, revela.

A mulher e o suposto amigo de Edson, ficaram por algum tempo aguardado o valor cair na conta. “Até que durante a conversa perguntei por qual valor ele estava pegando o carro no negócio. Ele disse que R$30 mil. Expliquei que eu não estava vendendo por esse valor, e questionei, se ele estava negociando o ponto comercial para o tal de Edson. Ele disse que não. Foi quando caiu a ficha de que estávamos envolvidos num golpe”, lamenta a mulher.

Após isso, a mulher foi até a Delegacia de Polícia de Criciúma e registrou Boletim de Ocorrência.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.