Criciúma terá mais 19,50 quilômetros de ciclofaixas

A instalação de três novas ciclofaixas, na Rodovia Alexandre Belloli, Luiz Rosso e no Binário da Santos Dumont

A instalação de três novas ciclofaixas, na Rodovia Alexandre Belloli, Luiz Rosso e no Binário da Santos Dumont. Este é o projeto da Administração Municipal de Criciúma. Ao todo, serão mais 19,50 quilômetros de ciclofaixas no município. Com uma extensão de mais de 12 quilômetros, a ciclofaixa será implantada em toda a Rodovia Luiz Rosso, da BR-101 até a ligação com o binário no bairro São Luiz. A parte de sinalização e as melhorias serão executadas até o final de julho.

“É uma das maiores extensões de ciclofaixas da nossa região, com mais de 12 quilômetros. O Governo Municipal vem estudando a possibilidade da instalação de mais ciclovias em Criciúma”, frisou o secretário municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Tita Belloli.

Binário Santos Dumont

No binário da Santos Dumont será feito ciclovia e ciclofaixa, sendo a diferença entre elas a separação física da rodovia. A pista iniciará na esquina da Avenida Centenário (Pinheirinho) com a Santos Dumont, seguindo pela Pinheiro Machado e depois pela Avenida Carlos Pinto Sampaio, até a rua Imigrantes Poloneses e retornando pela Santos Dumont. O binário também será contemplado com a ciclofaixa em toda a sua extensão, em um lado da pista. O percurso terá em torno de 6,50 quilômetros.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

O sistema binário compreende a construção de um elevado e uma trincheira, a duplicação de avenidas, a reconstrução de galerias pluviais, de rede de drenagem e de pavimentação asfáltica, além de construção em calçadas e projetos de acessibilidade. O investimento para executar as obras é de R$ 32.433.128,48, viabilizado via operação de crédito externo firmada junto ao Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata).

Alexandre Belloli

A Rodovia Alexandre Belloli também contará com uma ciclofaixa em torno de um quilômetro da sua extensão. As obras contam também com a ampliação da drenagem, pavimentação asfáltica, reconstrução do pavimento em pontos mais danificados, calçadas, acessibilidade e a sinalização vertical e horizontal. O investimento é de R$ 4 milhões.

 

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.