Criciúma empata, segue na zona de rebaixamento, e precisa vencer o Avaí e ainda depender do tropeço dos rivais para não ser rebaixado

Com o empate em 0 a 0 com o Concórdia na tarde deste domingo, o Criciúma deixou escapar a chance de sair da zona de rebaixamento do Campeonato Catarinense. Além disso, o Tigre agora passou a não depender apenas de si para garantir a permanência na elite do futebol catarinense.

A última rodada do estadual, que acontece na próxima quarta-feira, dia 21, com todos os jogos marcados para às 21h30, irá definir o último classificado para a segunda-fase e o último rebaixado. O Criciúma definirá seu futuro contra o Avaí, entrando em campo rebaixado, na 11ª posição, com 8 pontos, mas podendo sair dele classificado para a próxima fase, na 8ª posição, com 11 pontos.

Contas para fugir do rebaixamento

Para escapar do descenso, o Criciúma é obrigado a vencer. O empate não é suficiente. Mas além de vencer, o Tigre precisa que o Hercílio Luz no máximo empate com o Joinville, em Tubarão. Caso os donos da casa vençam a partida, aí a torcida é contra o Concórdia, que precisa perder para o Juventus em Jaraguá do Sul. Outra alternativa, se o Concórdia vencer sua partida, é secar o Figueirense, que deve ser superado pelo Marcílio Dias.

A última opção leva em consideração o critério de desempate, e contando com ele, Concórdia ou Figueirense, ou até mesmo as duas equipes podem até empatar. Dessa forma, os duas ou os três times ficariam empatados com 11 pontos. Com a igualdade na pontuação, o desempate seguirá a seguinte ordem: 1) mais vitórias 2) melhor saldo de gols; 3) mais gols pró; 4) confronto direto; 5) menos cartões vermelhos; 6) menos cartões amarelos; 7) sorteio.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Primeiro tempo

Mesmo com as duas equipes precisando da vitória, o primeiro lance que levou perigo a um dos goleiros aconteceu apenas aos 36 minutos.

Com o atacante Michel, ex-Criciúma, o Concórdia foi quem teve a primeira oportunidade, mas desperdiçou de cabeça. Em seguida, aos 38, mais uma chance do Galo do Oeste, dessa vez com Vinícius Baiano, que completou cruzamento com um chute rasteiro que saiu pela linha de fundo.

A resposta do Tigre foi rápida, aos 41 minutos, o volante, Eduardo, cabeceou por cima do gol. Essa foi a primeira e única chance do Criciúma no primeiro tempo.

Segundo tempo

O Tigre veio pro segundo tempo diferente, duas alterações foram realizadas no intervalo, mas nada que mudasse consideravelmente o desempenho da equipe.

Jogando contra o relógio, as equipes buscaram mais o gol, mas assim como no primeiro tempo, esbarraram na falta de qualidade técnica. As chances criadas se deram por chutes de longa distância, cruzamentos na área e bolas que sobraram na área, mas acabaram isoladas.

A dificuldade das duas equipes em fazer uma troca de passe duradoura, justificou o 0 a 0 no placar.

FICHA TÉCNICA

Concórdia 0 x 0 Criciúma |10ª rodada – Campeonato Catarinense

Local: Estádio Domingo Lima, em Concórdia.

Data: Neste domingo, dia 18.

Horário: 16 horas.

Arbitragem: Fernando Henrique de Medeiros Miranda, auxiliado por Kleber Lucio Gil e Alex dos Santos.

Cartões amarelos: Warley e Michel (CON).

Criciúma
Alisson; Claudinho, Alemão, Philipe Maia e Hélder; Adenilson (Mateus Anderson), Moacir (João Carlos), Eduardo e Dudu; Pedrinho (Gabriel Silva) e Uilliam Barros.
Técnico: Wilsão

Concórdia

Neto Volpi; Alison, Rodrigo Milanez, Luiz Pedro e Paulo Henrique; Cleisson Tetê, Emerson Martins e Warley; Michel, Vinícius Baiano (Tom) e Alan Grafite (Vinicius).
Técnico: Emerson Cris

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.