Criciúma é prata nos 23º Jogos Sul-Americanos Escolares

Representando o Brasil, as meninas do futsal sub-14 da Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma/Colégio Rogacionista conquistaram o segundo lugar nos 23º Jogos Sul-Americanos Escolares, destinados a atletas com idade entre 12 e 14 anos. O torneio foi realizado em Cochabamba, na Bolívia, entre os dias 2 e 10 de dezembro. As criciumenses perderam de 4 a 2 para a equipe da Colômbia.

Conforme o treinador Marcelo Just, o último jogo da competição reuniu cinco mil pessoas no Poliesportivo Olímpico Juan Evo Morales Ayma. “As meninas ficaram nervosas e saíram atrás no placar. Ficamos a partida toda buscando o resultado, mas não conseguimos virar. Mesmo com a derrota, elas se abraçaram no final”, ressalta o treinador.

Os gols marcados na última partida foram das jogadoras Tatiane de Oliveira e Kemili Santos Inácio. A equipe estava invicta até a final, ganhando de 3 a 0 do Chile e 10 a 1 do Paraguai. Na semifinal, as criciumenses derrotaram o Uruguai por 10 a 2.

O torneio reuniu sete países: Brasil, Chile, Bolívia, Uruguai, Peru, Colômbia e Paraguai. Em 2013, o time de Criciúma conquistou a medalha de ouro nos 19º Jogos Sul-Americanos Escolares, disputados em Mar Del Plata, na Argentina.

O Brasil disputou os 23º Jogos Sul-Americanos Escolares com mais de 200 participantes, entre atletas, treinadores e comissão técnica. A Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) é a entidade responsável pelos competidores brasileiros. O torneio esportivo é realizado pelo Conselho Sul-Americano do Desporto Escolar (Consude).

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.